"Big Brother". Luís Borges sobre Iury: "Acho que tem medo do Daniel Monteiro"

Luís Borges rendido a Daniel Guerreiro do "Big Brother"
Em quarentena, Luís Borges celebra aniversário com festa de arromba
Luís Borges partilha momento divertido da quarentena e seguidores brincam: "Depois, queixa-te!"
"Big Brother": conheça a concorrente Iury Mellany
Em quarentena, Luís Borges celebra aniversário com festa de arromba

Numa entrevista à repórter digital da TVI Marta Neves, Luís Borges comentou os mais recentes acontecimentos da casa do "Big Brother".

Sendo um fã desta edição do "Big Brother", Luís Borges foi convidado a tecer alguns comentários sobre o reality show, num direto da página oficial do programa, no Facebook. O modelo começa por afirmar que o "Big Brother" conta com um grupo forte de concorrentes e admite que gosta mais de uns do que de outros.

Analisando a mais recente gala do programa, Luís Borges refere que estava à espera de que a Noélia fosse a primeira concorrente a ser salva da expulsão. "A Noélia é uma pessoa fundamental na casa. Acho que, por vezes, não é muito bem tratada pelos colegas e ela parece que não tem muita voz. Acho que, se calhar, por ser uma pessoa mais velha e por não chocar com os outros acaba por perder alguns pontos. Mas, depois, a verdade é que a Noélia faz tudo em casa. Irrita-me um bocado ela ser quase a empregada daquela gente toda. E ela é muito engraçada", comenta o, também, apresentador. 

"Julgo que a Noélia devia sair mais da cozinha para mostrar um pouco mais da sua personalidade. Acho que é importante termos uma pessoa como a Noélia na casa, porque ela é boa a dar conselhos. Ela tem histórias para contar. Fiquei muito feliz por ela continuar no jogo", acrescenta.

A postura de Iury no jogo também mereceu alguns comentários de Luís Borges. "Quando a Iury entrou no programa, eu gostei da apresentação dela. Mas, depois, não faz sentido o comportamento que ela tem ao longo da semana, porque mostra ter uma resposta, uma opinião - apesar de ter uma opinião 'a medo', porque acho que a Iury tem medo do Daniel Monteiro -, e, entretanto, nas galas, faz-se de 'parvinha'. Ninguém demora tanto tempo a fazer umas nomeações. Não gosto de pessoas que jogam dessa maneira".

Veja, agora, a entrevista, na íntegra, a Luís Borges.