Shakira ilibada de processo de plágio

Shakira na Selfie
A cumplicidade de Shakira e Piqué

Tribunal de Madrid decidiu que o tema "La bicicleta", de Shakira, não é plágio.

Shakira foi acusada pelo compositor cubano Liván Castellano Valdés de violar os direitos de propriedade intelectual, no tema "La bicicleta", que lançou, em conjunto, com Carlos Vives.

Liván Castellano pedia que o tribunal o reconhecesse como cotitular de 50% da autoria do tema e que condenasse Shakira e Carlos Vives por danos no valor que o juiz estimasse, alegando que a música "La bicicleta" copia fragmentos do single, de 1997, "Yo te quiero tanto tanto".

O juiz declarou provado que Liván Castellano é o autor da canção "Yo te quiero tanto tanto" e que os arguidos são autores de "La bicicleta", composta em 2016.

Recorde-se que a queixa foi apresentada no início de 2017 pelo compositor e produtor cubano Liván e pela sua editora Maryla Dianick Romeu (MDRB Music Publishing) contra Shakira, Carlos Vives, Andres Eduardo Castro, a Sony Music Publishing Latina e outras nove produtoras.

O tema "La bicicleta", gravado por Carlos Vives e Shakira e produzida por Andrés Castro, ganhou o Grammy Latino de Melhor Canção em 2016.

Esta não é a primeira vez que Shakira se vê envolvida numa acusação de plágio uma vez que, em 2014, um juiz de Nova Iorque determinou que o 'single' "Loca" (versão em espanhol) era, afinal, um plágio de uma canção do dominicano Ramón Arias Vázquez, cujos direitos eram da produtora Mayimba Music.

Recorde o tema "La Bicicleta" e alguns dos maiores sucessos de Shakira.