Divulgada a carta que Meghan Markle escreveu ao pai: "Por favor, para de mentir"

Meghan Markle e príncipe Harry nos Endeavour Fund Awards
Meghan Markle e príncipe Harry nos Endeavour Fund Awards
Meghan Markle e príncipe Harry visitam a One25, em Bristol
Meghan Markle visita a Associação das Universidades da Commonwealth, em Londres
Meghan Markle vira personagem dos Simpsons

Grávida de sete meses, Meghan Markle viu ser revelada pelo próprio pai a carta que lhe escreveu.

Na carta, escrita à mão e enviada em agosto de 2018, pouco tempo após o casamento real, Meghan Markle critica a atitude do pai em não a ter avisado logo que não poderia assistir à cerimónia (Thomas faltou devido a uma cirurgia de emergência) e de ter falado com os tabloides sobre o assunto.

"As tuas ações quebraram o meu coração num milhão de pedaços - não simplesmente porque infligiste uma dor desnecessária e injustificada, mas porque escolheste não contar a verdade, como és manipulado por marionetes. Algo que nunca vou entender", começou por escrever Meghan Markle que contradiz a informação de que teria cortado relações com o pai.

"Contaste à imprensa que me ligaste para dizer que não vinhas ao o casamento - isso não aconteceu porque nunca me ligaste", afirmou na carta datada de agosto de 2018.

Sublinhando que Harry sempre foi "paciente, amável e compreensivo" com o pai, Meghan deixou um apelo: "Se me amas, como dizes à imprensa, para. Por favor, permita-nos viver as nossas vidas em paz. Por favor, para de mentir, por favor para de criar tanta dor, por favor para de explorar o meu relacionamento com meu marido. Percebo que estás tão longe neste buraco de coelho que sentes (ou podes sentir) que não há saída, mas se parares por um momento, acho que verás que ser capaz de viver com uma consciência limpa é mais valioso do que qualquer pagamento no mundo".

Na carta, Meghan deixa ainda claro que não teve qualquer contacto do pai, ao contrário do que este relatou na imprensa. "Sempre te amei, protegi e defendi, oferecendo todo o apoio financeiro que pudesse, e preocupando com a tua saúde. Na semana do casamento, quando soube que tiveste um ataque cardíaco através de um tabloide, foi horripilante. Liguei e mandei uma mensagem... implorei para que aceitasses ajuda - enviamos alguém para tua casa... e, em vez de falares comigo para aceitar isso ou qualquer ajuda, paraste de atender o telefone e preferiste falar apenas com os tabloides", lamentou a duquesa de Sussex.

Thomas Markle resolveu tornar a carta pública para provar que sempre procurou ficar próximo da filha, mas parece que, agora, terá ainda menos hipótese de reatar a relação com a ex-atriz.

Recorde-se que, na altura do casamento real, Thomas Markle foi apanhado a vender fotografias previamente combinadas com um paparazzi.