Fátima Lopes: "Já tentaram convencer-me a mexer na minha cara"

Fátima Lopes na Selfie
Fátima Lopes na Selfie
Os bastidores da entrevista de Fátima Lopes a Mickael Carreira
Fátima Lopes foi surpreendida no «Conta-me como és»
Fátima Lopes entrevista Joana Amaral Dias no programa "Conta-me como És"
Fátima Lopes entrevista Luís Aleluia no "Conta-me Como És"

Foi no blogue pessoal, "Simply Flow", que Fátima Lopes decidiu partilhar uma reflexão sobre amor próprio, num texto que intitulou de "ainda bem que sou imperfeita".

"Hoje, há uma ditadura da perfeição em tudo. Temos de ser resilientes, lutadores, enérgicos, criativos, inteligentes, multi task, surpreendentes, capazes de nos reinventarmos permanentemente e por aí adiante. Já agora compreensivos, tolerantes, pacientes, flexíveis e generosos. Fisicamente também há um grau de exigência elevadíssimo. Temos de estar sempre lindas, elegantes, jovens, em super forma e com excelente cara. Pergunto: porquê? Onde é que está escrito que nós temos de ser tudo isto? Creio que não nascemos com um livro escrito com todas essas exigências e obrigações. Mas querem-nos fazer crer que sim. Se abrimos uma revista ou mesmo a internet, percebemos que há este culto da perfeição. Isso é esquecer a nossa natureza humana, que é naturalmente (im)perfeita", começou por escrever a apresentadora da TVI.

Fátima Lopes falou, ainda, de amo próprio: "[...] Faço, sobretudo, por mim, e pelo amor próprio que devemos ter, para que os outros à nossa volta possam também beneficiar com o nosso bem-estar. Mas é claro que os outros vão beneficiar deste meu crescimento. Não busco a perfeição, porque não só ela não existe, como deve ser uma chatice. Deixávamos de ter desafios. Estaria tudo conquistado. A graça da vida está no trajecto que fazemos até alcançarmos os nossos objetivos.

Mais à frente, Fátima Lopes decidiu falar sobre a "exigência da perfeição física": "Algumas pessoas já tentaram convencer-me a mexer na minha cara. 'É para tirar um bocadinho dos papos nos olhos… podíamos preencher esses vincos…' De novo pergunto, porquê? Porque os outros querem? Porque não se encaixam nos padrões de perfeição dos outros? A mim não me incomodam nada."

"Aliás, faço cada vez mais fotos desmaquilhada, agora que estou mais velha. Como diz a minha querida Maquilhadora, a Carmela Montero, “és uma mulher linda com papos”. Não imaginam o sentido que esta afirmação me faz", concluiu.