SELFIE ASTRAL

Sabia que há uma ligação entre a Astrologia e a pintura "A Última Ceia"? Descubra com Paulo Cardoso

Paulo Cardoso
Astrólogo
Texto de Igor Pires
Sabia que há uma ligação entre a Astrologia e a pintura "A Última Ceia"? Descubra com Paulo Cardoso
Sabe o que é a astrologia karmica? Descubra com Paulo Cardoso
Como são os nativos do signo Gémeos? O astrólogo Paulo Cardoso explica
O que significa ter problemas karmicos com o Sol? Paulo Cardoso explica tudo
Sabe como é que Vénus, o planeta do amor, pode influenciar o karma? Paulo Cardoso explica

Na rubrica Selfie ASTRAL, o astrólogo Paulo Cardoso analisa a relação entre a Astrologia e "A Última Ceia".

Paulo Cardoso começa por explicar que Leonardo da Vinci, tal como muitas outras personalidades do Renascimento, se interessava bastante por Astrologia. Como exemplo dessa curiosidade do pintor italiano, Paulo Cardoso faz uma análise da obra "A Última Ceia": afinal, a pintura tem uma série de relações com a Astrologia. 

Antes de mais, há uma ligação óbvia: é que "A Última Ceia" conta com 12 apóstolos, ou seja, o mesmo número de signos existentes. Além disso, segundo a análise de Paulo Cardoso, Leonardo da Vinci agrupou os apóstolos em quatro grandes grupos, que representam os quatro elementos: o Ar, a Água, a Terra e o Fogo. 

No quadro, o grupo que se encontra mais à esquerda de Jesus Cristo representa o Carneiro, o Touro e os Gémeos. As mãos do apóstolo associado ao Carneiro estão colocadas numa posição que, segundo Paulo Cardoso, refletem a mensagem: "Sigam o caminho". Ou não fosse o Carneiro o primeiro signo do zodíaco. Já o apóstolo do Touro é mais robusto e o apóstolo de Gémeos espelha a capacidade de comunicação do signo, porque aponta para o segundo grupo, estabelecendo uma ligação entre ambos.

Passando para esse segundo grupo, de acordo com Paulo Cardoso, as mãos do apóstolo associado ao Caranguejo têm tudo a ver com algumas características deste signo: é que essa figura tem as mãos viradas para dentro. E os nativos de Caranguejo são pessoas cujas principais bases são a sua alma e os seus sentimentos, ou seja, o lado interno. Já o apóstolo de Leão tem os braços abertos numa posição teatral e de opulência, enquanto o apóstolo do signo de Virgem tem o dedo levantado, ou não fosse este o signo mais crítico do zodíaco.

Logo depois de Jesus Cristo, surge um discípulo amado, sensível e com uma atitude conciliadora, espelhando os nativos de Balança. Segue-se um apóstolo que esconde as moedas de ouro - que muitos relacionam com Judas - e que se encontra associado ao signo de Escorpião. Por outro lado, o apóstolo de Sagitário mostra-se exaltado, visto que esse signo pertence ao elemento Fogo.

No último grupo, surge o Capricórnio, com uma atitude de dúvida, tão típica desses nativos, que estão constantemente a questionar tudo e todos. O apóstolo de Aquário aparece no meio do grupo - e esse signo de Ar dá imensa importância ao grupo e à amizade - e, finalmente, surge o discípulo associado aos nativos de Peixes, que, na pintura original, não tinha os pés e essa é a parte do corpo ligada a esse signo. 

Veja o vídeo na íntegra para saber mais sobre a ligação entre a Astrologia e "A Última Ceia".