SELFIE ASTRAL

Como são os nativos do signo Peixes? O astrólogo Paulo Cardoso explica-lhe tudo

Paulo Cardoso
Astrólogo
Como são os nativos do signo Peixes? O astrólogo Paulo Cardoso explica-lhe tudo
Como conquistar alguém do signo Carneiro? Astrólogo Paulo Cardoso explica
Como são os nativos do signo Carneiro? O astrólogo Paulo Cardoso explica
Nasceu num dia de transição e não sabe qual é o seu signo?
Sabia que os signos opostos também se atraem? Paulo Cardoso tem a explicação!

O astrólogo Paulo Cardoso tem uma nova rubrica na Selfie. Esta semana, falou sobre o signo Peixes.

Como são os nativos do signo Peixes?

"São sensíveis, aliás, hipersensíveis e emotivos. Temos de ter muito cuidado quando falamos com Peixes, porque, às vezes, eles interpreta mal as coisas, e têm, às vezes, muitas mudanças de humor, justamente, por causa disso, porque há um excesso de sensibilidade."

E no amor, como são os Peixes?

"São muito apaixonados e põem os outros num altar, porque pensam que os outros são maravilhosos e, às vezes, esperam demais dos outros. Se tiver uma relação com Peixes é bom falar, conversar, discutir, explicar-lhe como é que é, para que a outra pessoa, que é Peixes, não a ponha a si, logo, num altar e comece a imaginar coisas. Os Peixes são seres idealistas, não quer dizer que não tenham o seu lado realista, mas são pessoas que precisam que as tragam um bocadinho para a realidade. As coisas têm de ser claras, para que os peixes não comecem a idealizar excessivamente."

O que fazer para seduzir alguém do signo Peixes?

"Seduza com coisas sensíveis: música, espetáculos, poesia, bailado... Eles são muito sensíveis a uma certa espiritualidade, também. Os Peixes, às vezes, sofrem um bocadinho neste mundo material e primário, em que o dinheiro e a matéria é que importam. Eles precisam de sensibilidade, arte e espiritualismo. Se gosta de um Peixes ou se está envolvido com um Peixes, tente perceber esse mundo onírico, sensível e poético dos Peixes. Mande-lhe um poema sensível ou uma frase de um poema de um poeta romântico, porque os Peixes vão ficar muito sensibilizados com isso."

De que forma, devemos lidar com os Peixes?

"Não se pode ser demasiado impulsivo nem demasiado rude, porque o Peixe é como se fosse uma anémona, fecha-se, logo, na concha e, depois, as coisas ficam estancadas. São hipersensíveis, mas, também, são muito abnegados."

Por que é que os Peixes são tão especiais?

"Gostam de se dedicar aos outros, àqueles que estão numa época má... Muitas vezes, são aquele ombro amigo que está sempre disponível para ouvir os desabafos dos outros. Já quando eles querem desabafar, nem sempre os outros estão la para os ouvir... Põem-se, facilmente, na pele dos outros. 'Se fosse eu, fazia assim... Se fosse eu, reagia assim...' Isto é bom e é mau. Por um lado, às vezes, desiludem-se, porque pensam que os outros são como eles e os outros não são como eles. Mas, por outro lado, são muito compreensivos em relação aos problemas alheios. Por isso é que é muito comum encontrar Peixes a trabalhar em organizações que ajudam os outros ou que se filiaram em grupos de ajuda ao próximo. Os Peixes têm uma capacidade rara de perceber os problemas dos outros, e, por isso, também dão para Psicologia. Ouvem confissões, e mais confissões. São a mão amiga, o ouvido amigo ou o ombro amigo para todas as pessoas que estão à sua volta."

Assista a mais vídeos de Paulo Cardoso em: www.youtube.com/paulocardoso