Psicóloga Catarina Lucas: "Seis conselhos para manter a saúde mental em dia"

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), já antes da pandemia, em 2019, uma em cada oito pessoas em todo o mundo viviam com um distúrbio mental e só em 2020 terá havido um aumento global de 25% dos transtornos de ansiedade e depressão.

Psicóloga clínica e terapeuta de casal
  • 18 out, 09:51
Catarina Lucas
Catarina Lucas

Ao mesmo tempo, os serviços de saúde mental sofreram alterações significativas, com a impossibilidade de acompanhamento presencial durante os confinamentos e que levaram estes profissionais a recorrer a outras alternativas para poderem responder à procura acrescida.

Manter a saúde mental em dia e encontrar estratégias para manter-se física e psicologicamente saudável é, por isso, cada vez mais importante, pelo que deixamos alguns conselhos para que possa manter a mente sã:

Faça exercício físico - vários estudos indicam que o exercício físico é um bom aliado da saúde mental. Assim, escolha uma modalidade de que goste e estabeleça dois a três dias por semana para fazer exercício. A atividade física aumenta os níveis de oxigénio no sangue e ajuda a libertar a mente de situações que nos estejam a causar stresse;

Adote uma rotina equilibrada - acordar cedo, comer a horas certas, ter uma rotina com poucas alterações no que toca a horários ajudará a que consiga equilibrar melhor também a forma como se sente ao longo do dia;

Coma bem - uma alimentação correta é crucial para a saúde mental. Estabeleça os horários de refeição e não se esqueça de fazer uma alimentação diversificada, que inclua legumes e frutas variadas;

Durma pelo menos sete horas por dia - a falta de sono pode causar irritação e ser um potencial catalisador para outras doenças físicas e psicológicas. Durma, pelo menos, sete horas por dia e que tenha uma rotina para acalmar na hora de adormecer, nomeadamente desligando o telemóvel ou a televisão meia hora antes, ou fazendo uma meditação antes de dormir;

Faça coisas que lhe transmitam sensação de prazer - "Quando fazemos coisas prazerosas vamos automaticamente sentir-nos melhor connosco mesmos. Ir ao cinema, ao teatro, assistir a um jogo de futebol, um café com amigos, tudo são atividades que podem ajudar a melhorar a forma como nos sentimos;

Faça terapia - ainda há um grande estigma quanto à psicoterapia, mas é importante para todos. Aceitar fazer terapia é um processo individual, mas que pode efetivamente ajudar a desbloquear várias situações que têm um impacto negativo na nossa saúde mental. 

Relacionados

Patrocinados