Internacional

Ryan Grantham, ator de "Riverdale", condenado a prisão perpétua por matar a mãe

Ryan Grantham foi condenado a prisão perpétua pelo homicídio da mãe e por planear matar o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau.

Ryan Grantham
Ryan Grantham

O jovem de 24 anos declarou-se culpado depois de ter disparado contra a mãe, na nuca, enquanto tocava piano em casa, em Squamish, a norte de Vancouver.

De acordo com as autoridades, Ryan Grantham terá filmado o homicídio e, no dia após o assassinato da mãe, colocou três armas, munições, material de acampamento e um mapa num carro com o objetivo de se dirigir até à residência do primeiro-ministro do Canadá, em Rideau Cottage, para o matar.

De acordo com o Independent, o jovem terá conduzido por cerca de 200 quilómetros até abortar o plano.

O Supremo Tribunal de Vancouver sentenciou, agora, o ex-ator a prisão perpétua sem possibilidade de sair em liberdade condicional nos primeiros 14 anos de pena.

Ryan Grantham iniciou a carreira de ator aos nove anos e tornou-se famoso pela participação nas séries "Riverdale" e "Supernatural".

Relacionados