Goucha

Rodrigo Santoro recorda momento inusitado com Helen Mirren: "Os grandes não têm de fazer força. Eles são"

O ator Rodrigo Santoro marcou presença na mais recente emissão do programa "Goucha" e recordou um episódio inusitado com Helen Mirren.

A carreira internacional, em Hollywood, foi um dos temas abordados, numa entrevista que Rodrigo Santoro concedeu a Manuel Luís Goucha.

Aliás, nessa conversa descontraída, o ator, de 46 anos, recordou um momento caricato que viveu logo no primeiro projeto em que participou na "Meca do Cinema", o drama romântico "Em Roma, na Primavera", no qual Rodrigo Santoro contracenou com Helen Mirren.

"Estávamos em Roma, é o primeiro dia de filmagens, eu [no filme] sou um mendigo que persegue a personagem de Helen Mirren, que era uma atriz que vai para Itália, no pós-guerra", começou por explicar.

"Era o meu primeiro projeto lá... Eu venho sem saber para onde vou ou o que é que faço e vejo uma escada com a porta do camião [autocaravana] aberta. Lá dentro, ao fundo, estava a Helen Mirren, sentada, a tomar chá e a ler. Cheguei à porta e pedi desculpa. Ela chamou-me, serviu um chá e continuou a ler", recordou.

No final, Rodrigo Santoro concluiu: "Os grandes não têm de fazer força. Eles são."

Veja, agora, na íntegra, a entrevista concedida por Rodrigo Santoro ao programa "Goucha".

Relacionados