Ken Humano recebe proposta para remover o pénis

"Ken Humano" na Selfie
"Ken Humano" é preso em Berlim e vídeo torna-se viral
"Ken Humano" copia linha capilar de modelo australiano
A transformação do "Ken Humano"

Segundo a publicação brasileira "Quem", Rodrigo Alves, também conhecido por "Ken Humano", foi vítima num programa de apanhados, numa televisão italiana.

Rodrigo Alves foi a um casting para um filme de animação, no qual viria a ser o famoso namorado da Barbie, mas tudo não passou de uma brincadeira produzida pelo programa de televisão "Le lene".

"O meu agente, Paollo Chiparo, ligou-me a dizer que os responsáveis da Disney estavam em Milão, e que iam produzir um filme sobre a história da Barbie e do Ken e queriam que eu fosse o protagonista, mas precisavam de me fazer um casting", revelou à revista "Quem".

O "Ken Humano" confessou que nem desconfiou que fosse tudo mentira: "Era tudo muito profissional, parecia um casting verdadeiro, com uma equipa de produção enorme. Quando cheguei, até me deu calafrios. Pensei: 'isto aqui é a sério, vou ter que dar o meu melhor.'"

No entanto, o facto de todos os presentes falarem em italiano, e não em inglês, baralhou o modelo: "Foi a única coisa que achei estranho."

No casting falso, pediram a Rodrigo Alves que mostrasse emoções, que dançasse e imitasse um boneco: "Todos batiam palmas e diziam que estava a sair-me bem, e que o papel já era meu. Depois, pediram-me para ficar só em cuecas, para observarem o meu corpo."

Entusiasmado com a possível realização de um sonho antigo, Rodrigo Alves ficou dececionado quando lhe pediram para tirar o resto da roupa e o apalparam, culminando com uma proposta bizarra: remover o pénis por 4 milhões de euros. "Disseram-me 'você tem um problema, o seu pénis é muito grande para um boneco de um filme de animação. Precisamos que faça a cirurgia de remoção'. Nisto, mostraram-me um papel para assinar, e eu teria que remover o pénis. Eles cobririam todos os custos, e eu ainda receberia 4 milhões de euros."

Após ter recusado a proposta, o "Ken Humano" desabafou à revista "Quem": "Senti-me humilhado e usado. Fizeram de mim um bobo da corte. Fiquei muito chateado, porque sempre quis fazer um filme da Disney, sempre quis ser uma personagem da Disney. [...] Fiquei muito nervoso e até chorei de raiva."

Convencido pelo agente, Rodrigo Alves acabou por autorizar a transmissão das imagens.