Rainha Isabel II convoca reunião de emergência devido a decisão do príncipe Harry e Meghan Markle

A cumplicidade de Meghan Markle e príncipe Harry no primeiro compromisso oficial de 2020
Meghan Markle e o príncipe Harry revelam foto inédita do casamento
Meghan Markle em destaque no Royal British Legion Festival of Remembrance
Meghan Markle e o príncipe Harry no Remembrance Day
Meghan Markle e rainha Letizia usam saia igual

A rainha Isabel II convocou uma reunião de emergência para tentar resolver a crise provocada por Harry e Meghan, que renunciaram aos deveres reais.

A braços com uma verdadeira crise real, a rainha Isabel II convocou uma reunião de emergência com o príncipe Carlos e o príncipe William, para debaterem soluções para o anúncio dos duques de Sussex de abandonar os compromissos oficiais. 

O palácio real vai ter de negociar com o governo dos países onde o príncipe Harry e Meghan Markle pretendem viver com o filho Archie, nomeadamente o Canadá, para tratar de questões como o financiamento das equipas de segurança do casal. Aliás, esta situação já está a causar polémica no Canadá, com a previsão de que os contribuintes terão de pagar milhões de dólares para garantir a segurança dos membros da família real. 

De acordo com fontes oficiais, a reunião entre Isabel II, o filho e o neto, os seus sucessores ao trono, aconteceu através de videoconferência, pois a monarca estava em Sandringham, o príncipe Carlos na Escócia e o príncipe William em Windsor.

Isabel II, que estará "dececionada" com o neto por não a ter avisado com antecedência desta decisão drástica, terá deixado claro que quer que a situação seja resolvida o mais rapidamente possível, dentro de dias, para pôr fim ao pesadelo.  

De acordo com o Daily Mail, o príncipe Carlos e o príncipe William não conseguem disfarçar a "raiva" pela situação criada pelos duques de Sussex.