Príncipe William e Kate Middleton impedidos de se divorciar pela rainha Isabel II

Kate Middleton e príncipe William celebram o St. Patrick's Day
Príncipe William e Kate Middleton visitam Caernarfon, em Wales
Príncipe William em visita oficial à Nova Zelândia
Príncipe William e Kate Middleton em visita à Irlanda
Kate Middleton ou príncipe William: quem tira a melhor imperial?

Numa altura em que se intensificam os rumores de uma possível infidelidade por parte do príncipe William, sabe-se agora que o divórcio não é opção para o filho mais novo da princesa Diana.

Casados há oito anos, o príncipe William e Kate Middleton tem sido alvo de rumores acerca de uma traição por parte do filho mais velho da princesa Diana.

A informação adiantada pelo jornal Express garante que, mesmo que haja uma separação do casal, o divórcio não é possível, devido à posição da rainha Isabel II.

A soberana inglesa está cansada de separações na família real e, segundo o jornal britânico, terá aconselhado o neto a escolher bem a parceira antes de se casar.

"A rainha é chefe da igreja anglicana e, portanto, a partir de um ponto de princípio, ela opõe-se aos divórcios reais", explica a fonte citada pelo Express, que acrescenta: "Isabel II assistiu aos divórcios da irmã, bem como dos três filhos mais velhos e sente que já chega".

De recordar que a rainha Isabel II já assistiu ao divórcio da irmã, a princesa Margarida, e dos filhos, o príncipe Carlos com Diana, a princesa Ana com Mark Phillips e o príncipe André com Sarah Ferguson.

Recentemente, surgiram rumores de uma suposta relação extraconjugal do príncipe William com a aristocrata Rose Hanbury, que faz parte do círculo de amigos de Kate Middleton.