Recusada reserva do príncipe Harry e Meghan Markle em restaurante no Canadá: saiba porquê!

Meghan Markle e príncipe Harry na cerimónia dos WellChild Awards em Londres
Meghan Markle e o príncipe Harry revelam foto inédita do casamento
Meghan Markle em destaque no Royal British Legion Festival of Remembrance
Meghan Markle e o príncipe Harry no Remembrance Day
Meghan Markle no "One Young World" Summit

Pode pensar-se que os mebros da realeza têm acesso garantido a qualquer espaço, mas os duques de Sussex viram recusada a reserva num restaurante no Canadá.

A desfrutar da época festiva no Canadá, o príncipe Harry e Meghan Markle queriam desfrutar de uma refeição a dois, com vista para o mar, num famoso restaurante localizado numa ilha de Vancouver, mas viveram um momento inesperado.

O restaurante de cozinha francesa Deep Cove Chalet decidiu recusar a reserva dos duques de Sussex, mas não por falta de mesas.

O dono do restaurante, o famoso chef Pierre Koffel, alegou que o elevado nível de segurança que a visita dos pais de Archie implicaria iria perturbar a dinâmica do espaço.

Quem parece não concordar com a decisão é Bev Koffel, sócia e casada com o dono do estabelecimento, que espera ver o marido mudar de opinião. "Veremos o que acontece. Deixem-nos ter paz e sossego. Para nós, seria uma grande sorte tê-los por perto. Desejo-lhes toda a privacidade possível. Eles mercem-na", disse ao jornal Vancouver Sun.

De recordar que os duquesa de Sussex passaram o Natal com a mãe de Meghan Markle, Doria Ragland, no país ao qual a ex-atriz chamou casa durante sete anos, quando participava na série "Suits".