Príncipe Harry e Meghan Markle perdem títulos reais

Igor Pires
Príncipe Harry participa em primeiro evento oficial após MegExit
Príncipe Harry quebra o silêncio após reunião com rainha Isabel II
O momento ternurento em que o príncipe Harry ajeita o cabelo de Meghan Markle em público
Meghan Markle participa em primeiro evento após a cimeira real
A cumplicidade de Meghan Markle e príncipe Harry no primeiro compromisso oficial de 2020

De acordo com a BBC, que cita fontes do Palácio de Buckingham, o príncipe Harry e Meghan Markle não são mais detentores de títulos reais, deixando de receber fundos públicos pelas atividades da Realeza.

Desta maneira, os pais de Archie deixarão de representar formalmente a rainha Isabel II. O acordo entra em vigor a partir desta primavera.

"Com a bênção da Rainha, os Sussex podem manter os seus patrocínios e associações particulares. Apesar de deixarem de representar oficialmente a Rainha, os Sussex deixaram claro que tudo vão fazer para manter os valores de sua majestade", refere o comunicado do Palácio de Buckingham, citado pelo site da BBC.

Num texto partilhado no Instagram, neste sábado, dia 18, a rainha Isabel II garante que o príncipe Harry, Meghan Markle e Archie vão continuar a ser "membros muito amados", agradecendo pela dedicação que tiveram para com o país e a Commonwealth. A monarca sublinhou que está "particularmente orgulhosa de como Meghan se tornou, tão rapidamente, um membro da família", reconhecendo que o casal passou por um "intenso escrutínio". 

"O desejo de toda a minha família é o de que o acordo de hoje lhes permita começar a construir uma nova vida feliz e pacífica", conclui a rainha Isabel II. 

Recorde-se que, na semana passada, o príncipe Harry e Meghan Markle anunciaram, através de um comunicado oficial, que pretendiam se afastar da Realeza Britânica, tornando-se independentes financeiramente.