No meio da polémica, príncipes William e Harry unem-se contra jornal: "É ofensivo"

Família real britânica marca presença no Remembrance Sunday
Família real britânica marca presença no Remembrance Sunday
Meghan Markle e o príncipe Harry revelam foto inédita do casamento
Kate Middleton e príncipe William assistem a Royal Variety Performance

No meio da polémica decisão do príncipe Harry e Meghan Markle abandonarem as funções na família real, os filhos da princesa Diana uniream-se por uma causa comum.

O príncipe William e o irmão, o príncipe Harry, denunciaram uma reportagem de um jornal que consideraram ofensiva, pois esta comentava o relacionamento entre eles de forma negativa.

Publicada esta segunda-feira, quando a realeza britânica se irá reunir para discutir o futuro de Harry e de Meghan Markle, a reportagem do jornal The Times cita fonte anónima e garante que a decisão dos Duques de Sussex terá sido motivada por "uma atitude de bullying" de William, que não seria receptivo à cunhada.

"Apesar de claras negações, uma falsa história foi publicada hoje num jornal britânico, especulando sobre o relacionamento entre o duque de Sussex e o duque de Cambridge", informa o comunicado emitido pelos gabinetes oficiais dos príncipes.

"Para irmãos que se importam profundamente com as questões em torno da saúde mental, o uso de linguagem inflamatória deste modo é ofensivo e potencialmente prejudicial", frisam os filhos da falecida princesa Diana no documento.