Rapper A$AP Rocky declara-se inocente em julgamento de caso de agressão

O rapper norte-americano A$AP Rocky disse estar inocente de uma acusação de agressão, no primeiro dia do julgamento na Suécia.

O rapper norte-americano foi presente a tribunal na terça-feira, num julgamento que atraiu a atenção internacional e levou o presidente Donald Trump a intervir a favor do compatriota.

O artista, produtor e modelo de 30 anos, cujo nome verdadeiro é Rakim Mayers, foi detido a 3 de julho, alegadamente, por estar envolvido numa luta numa rua de Estocolmo no dia 30 de junho, e foi, mais tarde, acusado de agressão causadora de dano corporal.

O advogado do rapper, Slobodan Jovicic, disse ao juiz que A$AP Rocky agiu em legítima defesa, mas o procurador baseou o caso em vídeos de câmaras de segurança e de telemóveis de testemunhas, que, supostamente, mostram que, após a altercação, Mayers atirou o queixoso ao chão e que, depois disso, em conjunto com dois membros da sua equipa, o pontapearam e esmurraram.

Entretanto, mais de meio milhão de pessoas, incluindo artistas como Nicki Minaj e Post Malone, assinaram uma petição na internet pedindo que ele seja solto sob fiança.

Na semana passada, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu ao primeiro-ministro sueco, Stefan Lofven, para libertar Mayers e disse que se responsabilizaria, pessoalmente, pela fiança.

Recorde, agora, alguns dos sucessos do rapper.