Acusado de crimes sexuais, R. Kelly fica detido sem direito a fiança

Apesar de se ter declarado inocente de uma série de crimes sexuais, R. Kelly viu o juiz determinar que vai permanecer detido, sem direito a fiança.

O cantor é acusado de comandar um esquema para forçar mulheres, entre elas várias menores, a práticas sexuais com ele e com outros homens.

O juiz federal disse que o principal motivo para a negação da fiança são as acusações de obstrução de justiça. 

R. Kelly foi presente a tribunal vestido com um uniforme laranja de presidiário e algemado, e declarou-se inocente. 

Os procuradores apresentaram 18 denúncias contra o vencedor do Grammy, com alegações de que este teria uma comportamento predatório sobre adolescentes e jovens mulheres ao longo de duas décadas, tendo cometido uma série de atos sexuais forçados. 

R. Kelly e a sua equipa são, ainda, acusados de pagarem centenas de milhares de dólares em subornos, usando intimidação e até de oferecerem um carro a uma das vítima a troco do silêncio desta.