Maria João Pires distinguida com Medalha de Mérito Cultural do Ministério da Cultura

com Lusa
Maria João Pires nomeada aos "Óscares" da música clássica
Carlos do Carmo lança disco com Maria João Pires

A pianista Maria João Pires vai ser distinguida no domingo com a Medalha de Mérito Cultural, em Belgais, Castelo Branco.

A medalha será entregue pela ministra da Cultura, Graça Fonseca, após o recital "De Budapeste ao Delta", do ciclo de concertos "O Fio do Danúbio", marcado para as 16:30, no Centro de Artes de Belgais.

A atribuição da Medalha de Mérito Cultural a Maria João Pires "traduz, simultaneamente, um gesto de reconhecimento e de agradecimento do Governo Português de uma vida dedicada à música", refere a tutela num comunicado enviado à agência Lusa, no qual recorda que a pianista "ao longo de mais de sessenta anos desenvolveu um trabalho de exceção, tornando-se exemplo internacional e elevando a interpretação musical ao panteão da excelência".

O programa "O Fio do Danúbio", cujos concertos esgotaram todos, foi anunciado no final do ano passado, depois dos concertos de Natal e de Ano Novo, que marcaram o regresso de Maria João Pires a Belgais.

A escolha de Belgais foi uma opção deliberada da pianista pelo isolamento, segundo a apresentação do centro, na Internet. "Uma escolha desafiante e difícil, que parecia necessária para a plena implementação das conceções musicais e humanísticas" de Maria João Pires.

A pianista criou em 1999 o Centro Belgais para o Estudo das Artes, em Escalos de Baixo, Castelo Branco, um projeto educativo, pedagógico e cultural, com impacto na região, que chegou a ter o apoio do Ministério da Educação. Dez anos depois, em 2009, o centro encerrou alegando na altura uma "difícil situação económico-financeira".

No ano passado, o projeto foi renovado e reativado como Centro de Artes de Belgais, disponibilizando-se retiros musicais, espaço para atuações e oficinas de música. Há ainda uma valência de alojamento e de produção de azeite, como se lê na página oficial.

No final do ano passado, contactado pela agência Lusa, o administrador do Centro de Artes de Belgais, Vítor Dias, explicou que em 2009 o projeto "havia encerrado devido à ocupada agenda de Maria João Pires".

Maria João Pires nasceu em Lisboa, a 23 de julho de 1944. É a mais internacional e reputada das pianistas portuguesas, com um percurso artístico que remonta a finais dos anos 1940, quando se apresentou pela primeira vez em público, aos quatro anos.

Entre os prémios conquistados pelo talento artístico contam-se o primeiro prémio do concurso internacional Beethoven (1970), o prémio do Conselho Internacional da Música, pertencente à UNESCO (1970), e o Prémio Pessoa (1989).