Maria João Rosa: "Começa a contagem decrescente para os Óscares"

OPINIÃO
Maria João Rosa
Jornalista TVI
Maria João Rosa em conversa com Margot Robbie e Saoirse Ronan

Depois da contagem decrescente para o ano novo, começa a contagem decrescente para os Óscares.

Ou aquilo a que Margot Robbie e Saoirse Ronan chamam de "montanha-russa", segundo elas próprias me disseram em Londres, há dias. Estavam a promover o filme que fizeram juntas, "Maria, Rainha dos Escoceses" (estreia a 17 de janeiro), que as pode pôr, novamente, na corrida às estatuetas douradas. Mas, se no ano passado, ambas eram favoritas e acabaram por ser nomeadas (Margot pela primeira vez e Saoirse, com apenas 23 anos, já pela terceira) este ano as favoritas são outras.

Desde logo, "A Favorita" é favorita. Ou melhor, a protagonista do filme, Olivia Colman, deve ser nomeada para melhor atriz, com Emma Stone e Rachel Weisz, nomeadas para melhores secundárias. Outra favorita para melhor atriz é Lady Gaga, por "Assim Nasce uma Estrela", filme que promete ser um dos mais nomeados este ano, com Bradley Cooper a candidatar-se não só para melhor ator, como para melhor realizador, já para não falar na música. Mas aí, "O Regresso de Mary Poppins" está um passo à frente. Sendo outra presença garantida nas nomeações (que serão anunciadas só no fim de Janeiro), já tem duas canções originais na lista de finalistas que a Academia divulgou, recentemente. E podem ambas ser nomeadas.

Mas a dose dupla talvez não fique por aqui e Emily Blunt arrisca-se a ser nomeada, tanto para melhor atriz, na pele da nova Mary Poppins, como para melhor atriz secundária, por "Um Lugar Silencioso". Neste momento, as especulações estão ao rubro para adivinhar quem serão os escolhidos e nós - que entrevistámos muitos deles para o Cinebox - temos os nossos palpites. "Roma", de Alfonso Cuarón, pode fazer história, ao ser o primeiro filme de língua não inglesa a ganhar o Óscar de Melhor Filme. Mas, para isso, terá de ser nomeado na categoria de Melhor Filme (sendo que já vai ser, certamente, nomeado para Melhor Filme Estrangeiro). E aposto que o cinema afro-americano volta a estar em força na corrida com o "BlacKkKlansman", de Spike Lee, a conquistar várias nomeações ao lado do "Black Panther", da Marvel. Damien Chazelle, o realizador de “La La Land”, pode estar de novo nomeado por "O Primeiro Homem na Lua", no qual Clare Foy, também, pode competir como melhor secundária, e "Maria, Rainha dos Escoceses" não só é forte candidato à categoria de Melhor Caracterização, como pode mesmo valer a Margot Robbie a segunda nomeação da carreira (já está nomeada para o prémio SAG do Sindicato dos Atores).

E não vão faltar aqueles que fazem recriações perfeitas (ou quase) de figuras conhecidas, como Rami Malek no papel de Freddie Mercury, Christian Bale como Dick Cheney e Willem Dafoe na pele de Van Gogh.

Apostas à parte, os nomeados serão conhecidos a 22 de janeiro e a cerimónia dos Óscares acontece a 25 de fevereiro, precisamente na semana em que o Cinebox celebra 10 anos de cinema. Por isso, fiquem connosco porque a festa vai ser a dobrar.