urlvisit

Neno morre aos 59 anos

Neno, que foi guarda-redes no Benfica e no Vitória de Guimarães, morreu aos 59 anos.

"É com profunda tristeza e coletivo sentimento de enorme pesar que o Vitória Sport Clube informa sobre o falecimento de Neno, histórica figura do clube e da cidade, que nos deixou na noite desta quinta-feira [dia 10], aos 59 anos", lê-se no site oficial do Vitória Sport Clube (Guimarães).

"Antigo guarda-redes, o internacional português representou o Vitória em três momentos da sua carreira, integrando o grupo que conquistou a Supertaça Cândido de Oliveira em 1988. Foi também no Vitória que concluiu um longo e bonito percurso enquanto futebolista, mantendo-se ligado ao clube em variadas funções, que foram desde os relvados até à representação institucional", continua o clube vimaranense.

Também, o Benfica lamentou a morte do internacional, "um dos guarda-redes mais marcantes do futebol português".

"Para sempre ficarão na memória de todos os benfiquistas as grandes exibições que Neno protagonizou com a camisola do Benfica. Para sempre ficará também o talento de um dos guarda-redes mais marcantes do futebol português", lê-se numa nota publicada no site oficial do clube, que sublinha: "A memória de Neno estará sempre entre nós."

Adelino Barros, mais conhecido por Neno, nasceu em 27 de janeiro de 1962 na Cidade da Praia em Cabo Verde. Representou o Barreirense, o Vitória de Setúbal, o Sport Lisboa e Benfica e o Vitória de Guimarães e foi internacional por nove ocasiões pela seleção nacional portuguesa.