urlvisit

A homenagem de Manuel Luís Goucha a Maria João Abreu: "Um ser excecional"

Maria João Abreu falece aos 57 anos
Maria João Abreu na Selfie

Antes de dar início a um programa inteiramente dedicado a Maria João Abreu, Manuel Luís Goucha fez questão de prestar uma sentida homenagem à atriz.

No arranque do programa "Goucha", o apresentador recordou a atriz.

"Maria João Abreu foi das maiores atrizes do teatro em Portugal, do teatro, da televisão, das comédias, das novelas, dos musicais, da revista, do drama. Maria João Abreu foi um ser excecional", começou por afirmar Manuel Luís Goucha.

"É habito, depois da morte de alguém que conhecemos, elogiarmos essa pessoa, mas, no caso concreto da Maria João Abreu, não haverá um único colega que não diga que é um ser de luz. Era contagiante, era generosa, era solidária, era amiga e era um grande nome da arte de representar em Portugal", sublinhou.

Maria João Abreu morreu, aos 57 anos, na sequência da rutura de dois aneurismas que deixaram a atriz em coma no Hospital Garcia de Orta, em Almada, onde foi sujeita a duas operações ao cérebro.