urlvisit
EXCLUSIVO

Prestes a estrear um programa à tarde, Manuel Luís Goucha afirma: "Ninguém é dono de algum horário"

Qual é o segredo para um futuro de sucesso? Manuel Luís Goucha responde!
Cristina Ferreira sobre novos programas da TVI: "Estou muito curiosa para perceber o Goucha mais certinho"
Apresentação dos novos programas de Manuel Luís Goucha, Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz
As férias de Manuel Luís Goucha no Alentejo
Os looks de Manuel Luís Goucha

Numa entrevista exclusiva à SELFIE, no decorrer da apresentação do programa "Goucha", que vai conduzir, às tardes, a partir de janeiro, Manuel Luís Goucha falou sobre o estado de espírito, ao aceitar este desafio.

Após 29 anos a fazer companhia nas manhãs - primeiro, na RTP e, nos últimos 18 anos, na TVI -, Manuel Luís Goucha prepara-se para abraçar o desafio de apresentar um talk show vespertino. No entanto, o comunicador garante que a rotina não vai mudar em nada: "Continuarei a levantar-me às 07:00 horas e a deitar-me às 21:00 horas. A única coisa que muda no dia é que, em vez de preparar um programa de tarde para a manhã seguinte, preparo de manhã para a tarde a seguir."

Aos 65 anos, Manuel Luís Goucha mostra-se entusiasmado com este novo projeto, que representa um "começar do zero", para o apresentador: "Começar de novo é sempre muito desafiante e aliciante. Depois, eu sou da opinião de que ninguém é dono de algum horário. Portanto, a manhã foi minha, deixa de ser minha. A tarde era da Fátima [Lopes, que apresentou, nos últimos nove anos, o programa 'A Tarde é Sua'], passa a ser minha. Para mim, é de uma grande tranquilidade."

Apesar de ir ter em mãos um novo programa, Manuel Luís Goucha não hesita em afirmar que será "o mesmo de sempre". "Agora, vamos esperar um programa de conversa, com segmentos muito característicos, e um programa que eu espero que seja a companhia ideal para quem esteja em casa, de tarde", acrescentou.

Para o comunicador, a verdade é um dos ingredientes essenciais para um futuro de sucesso: "A verdade... a dedicação, dá muito trabalho. A sorte dá muito trabalho e, portanto, acho que a verdade e a dedicação ao que quer que seja é sucesso garantido. Mesmo que não seja um sucesso que, depois, se traduza num grande poder económico, seja no que for, é um sucesso para a pessoa, um sucesso interiorizado."

Veja, agora, na íntegra, a entrevista exclusiva de Manuel Luís Goucha à SELFIE.