Nacional

Tarot deixa avisos para alguns signos! Veja as previsões para a semana de 11 a 17 de julho

Veja as previsões do horóscopo para os diferentes signos, interpretadas por Vera Xavier LifeCoach & Tarot, para a semana de 11 a 17 de julho.

LifeCoach & Tarot
  • 11 jul, 16:10
Tarot
Tarot

CARNEIRO - O Sol

"O sucesso é um símbolo de autoconfiança." (Frank S. Cáprio)

Parece que esta semana continuará simpática, assim indica O Sol.

Pois é, esta alegre lâmina indica que chegou o momento em que os Céus irão mandar uma prendinha para si.

Ora, então, há que decretar o que se quer com fé, deixando algum espaço de manobra, na eventualidade de estarmos a pedir uma grandessíssima asneira - algo muito usual entre nós, humanóides, que, muitas vezes, pensamos, somente, no imediato e no superficial. Mas não pense que o presente vem aos trambolhões do nada. Não, senhor, ele vem à guisa de recompensa. Ele vem como que aliviar um pouco a sua carga, as suas costas.

Esta lâmina fala em consolidações de negócios. Diz que é uma boa fase não só para começar novos projetos profissionais, como, também, na área do coração. Inícios ou consolidações. 

Esta semana promete. Mas é claro que isto tudo depende da sua atitude. Se não estiver positiva/o e confiante… pois, não há Tarot nenhum que lhe prometa felicidade.

 

TOURO - 5 de Espadas

Esta é a lâmina do "tenho de pensar melhor nesta questão/situação. Se não me sinto confortável com algo é porque isso não é o melhor para mim".

Pois é, pense e repense no caso de a sua alma lhe enviar sinais de que não está em paz. Isso pode ser sentido como ansiedade, irritação, desânimo, etc. 

O 5 de espadas indica que deve descobrir a verdadeira essência de algo que sempre achou que seria ouro e, afinal, não é.

Os desenganos fazem parte da vida, fazem parte do nosso percurso e não há como evitá-los. Eles são parte integrante. São estes desafios que nos mantêm acordados. Sem eles, facilmente adormecemos na rotina comezinha. É verdade, não é?

Passam, pela nossa vida, situações e pessoas e nem sempre conseguimos fazer a devida filtragem. Quantas vezes o nosso instinto avisa-nos de que "não é por aí" e nós ignoramo-lo? Tantas, não são? De qualquer forma, essas experiências não aconteceram em vão, elas vão tornando-nos cada vez mais maduros, mais exigentes e mais seletivos. O problema é quando vivemos sempre nos padrões. Aí, provavelmente, somos nós próprios que atraímos esse tipo de desafios e para quê? Para os compreendermos e ultrapassarmos. A prova é que já ouvimos muitas vezes dizerem: "Eu só atraio aquele tipo de mulher ou de homem."

Talvez valha a pena fazer uma revisão nos seus parâmetros de avaliação/ capacidade de julgamento e na sua autoestima. Faça este exercício, antes que surja uma outra oportunidade.

 

GÉMEOS - 9 de Espadas

Esta é a lâmina do: "Estou aqui trancada/ o no meu castelinho e daqui não saio. Mas repare: se o castelo não tiver uma grande biblioteca, acabará por ir para o outro lado (leia-se céu) sem aprender nada.

“Isto é uma injustiça de Deus, depois de se ter gastado a vida toda a adquirir bens, quando se consegue tê-los, e ainda se quer mais, temos de os deixar. Vamos embora." (Desconheço o autor, mas podíamos ser todos nós a dizê-lo)

Isto é, de facto, verdade. O que levamos connosco são as experiências, o modo como as vivemos, o modo como lidamos com os que nos rodeiam e, principalmente, o modo como evoluímos intelectual e espiritualmente. É urgente pensarmos nisto a fundo. A casa, o carro, até os filhos ficarão por cá. Nada nos pertence, nada.

Portanto, é natural que, de vez em quando, nos sintamos mais cansados, mais frágeis, mais carentes, mas não podemos desistir de nos tornarmos pessoas melhores. Não importam as maldades que os outros nos fazem, importa estar acima disso para que não nos possam contaminar. O mesmo acontece, quando pedimos ajuda aos nossos Guias… Será que são eles que têm de descer até nós ou somos nós que temos que nos elevar? Pense nisto.

 

CARANGUEJO - A Morte

Há alturas da nossa vida em que parece que recebemos indicações, sinais, que nos levam a mudar. Mas insistimos em determinadas posturas, hábitos e comportamentos, mesmo quando algo cá dentro nos diz que é preciso reavaliar o nosso modo de estar perante os outros, perante a vida e, principalmente, perante nós próprios.

A Morte indica o fim de um ciclo. Indica que poderá estar na hora de fazer uma limpeza na sua vida, reciclar o que já não faz sentido manter na sua personalidade e na sua existência. 

É, também, muito possivelmente, o momento de colher o fruto das suas ações, reconhecer os erros e aprender com eles. Este é o processo vulgarmente conhecido por… amadurecimento.

Este é o arcano do abandono do passado em prol do futuro, de um futuro melhor. Ele tem a capacidade de transformar e dar movimento. 

O arcano XIII é um despertar interior, o recomeço, o rompimento de vínculos e laços nocivos, e traz a evolução que ninguém pode parar. Qualquer início pode ser marcado por momentos de incerteza, mas é importante que não se deixe paralisar pelo medo. Venham de lá essas mudanças!

 

LEÃO - Cavaleiro de Espadas

O Cavaleiro de Espadas pode anunciar alguns conflitos e algumas tensões que podem decorrer no trabalho ou na vida pessoal.

O conselho do Tarot é que evite o mais possível esse tipo de acontecimentos, pois o mais provável é que não resolvam nada. Mantenha-se o mais à margem que puder e não se deixe influenciar por essa carga negativa que poderá encontrar ao longo da semana.

Respire fundo, concentre-se naquilo que realmente é importante e, nas horas mais conturbadas, visualize uma linda luz branca, azul, dourada ou violeta a envolver tudo e todos. Verá que é uma preciosa ajuda no que toca a acalmar tensões.

Em casa, com a sua família, com a sua "metade" e com os seus amigos, seja mais afetuosa/o. Lembre-se de que todos temos os nossos dias e os outros não têm culpa dos nossos humores, das nossas angústias, nem das nossas frustrações. Não ceda à ansiedade, nem ao nervosismo. Deixe que o seu amor por eles flua naturalmente e permita que essas pessoas tão próximas também o demonstrem. Menos crítica e mais abracinhos!

 

VIRGEM - A Temperança

A Temperança fala-nos de paciência e falar de paciência connosco - virginianos - é algo de bastante complicado, visto que ouvimos falar vagamente deste conceito... da paciência.

Nós andamos sempre em busca de qualquer coisa e somos uns eternos insatisfeitos. Por um lado, esta forma de viver impede-nos de cair na rotina, por outro lado, é uma canseira, porque nem sempre sabemos o que andamos à procura. Esse pode ser o problema. Isto lembra-me esta citação de Chamfort: "A felicidade não é coisa fácil de encontrar em nós, mas é completamente impossível encontrar nos outros." Concorda?

Isto é tão verdade. Se depositarmos a nossa felicidade nos outros, em algo -  passado ou futuro -, se esse alguém ou algo desaparecerem, a felicidade também desaparece... É assim que queremos viver?

A felicidade tem de ser construída de dentro para fora. Temos de construir bases sólidas para conseguirmos ter a qualidade de vida que desejamos e merecemos. Porém, isso não acontece por acaso. Dá trabalho, muito trabalho interno, mas vale muito a pena. Não desista de si. 

 

BALANÇA - A Imperatriz

A beleza de um ser não reside na roupa fashion que se veste, nem na maquilhagem que se usa para esconder a marca das lágrimas. Também não é no carrão que conduz nem nas personagens que insiste em representar para que seja socialmente aceite. Por que motivo precisamos de tantos "adereços"? A resposta parece-me bem simples… porque achamos que o que somos não chega e precisamos de "complementos" para brilharmos e nos tornarmos mais interessantes, mais sedutores. Este, talvez, seja o maior erro do ser humano: achar que a sua essência não é suficiente para deslumbrar.

A Imperatriz diz-lhe que talvez esteja na hora de voltar aos ensinamentos primordiais, ou seja, é preciso que se ame e valorize cada vez mais. Só depois poderá vir o amor saudável de terceiros... ou quartos ou quintos. Não tenho nada a ver com isso. Desde que haja verdade, está tudo certo. 

Procure ambientes calmos em que fique em contacto mais próximo com a Mãe Natureza e coloque-se à margem de confusões. É necessário que passe mais tempo sozinha/ o, ouvindo-se, cuidando das necessidades internas que tem menosprezado.

 

ESCORPIÃO - 5 de paus

"Quase toda a nossa infelicidade é resultado de nos compararmos com os outros." (H. Jackson Brown)

Há lá coisa que um Escorpião goste mais do que uma boa competição? Os desafios fazem elevar o ego e fazem com que possam conhecer e usar todas as respetivas armas ocultas. Quando motivados, os nativos deste signo são imparáveis... para o bem e para o mal.

Esta parece ser a energia certa para desbloquear determinadas situações que estão pendentes há demasiado tempo. 

O Tarot relembra, apenas, que a energia, no seu estado puro, não é positiva, nem negativa, tudo depende da intenção que lhe damos e é essa intenção/ vontade que pode vencer os obstáculos mais incríveis.

Em vez de se focar nos outros e nos respetivos feitos alheios, foque-se em si e naquilo que lhe faz bem, seja isso material ou imaterial. Um dos grandes problemas do ser humano é achar que "a galinha da vizinha é sempre melhor do que a nossa". Queremos ser mais felizes do que os outros, o que é uma imaturidade tremenda, já que os outros - muitas vezes - parecem mais felizes do que realmente são...

Desafios aceitam-se... os construtivos. 

 

SAGITÁRIO - 6 de paus

"Quando as prioridades são claras, as decisões são mais fáceis".

Tudo o que fazemos, do maior ao menor, acaba por nos transformar subtil ou claramente. A cada ato que exercemos, é emanada energia, capaz de transformar a nossa realidade presente. Como lidar com a sua energia/ vontade/ intenção/ força? Esta é uma das nossas grandes fragilidades: saber gerir os nossos recursos. 

Sempre que surge uma nova paixão, todas as outras são deixadas de lado. Retiramos a energia que nelas depositamos e focamo-nos, obstinadamente, num único propósito. A questão é que, quando acordamos, vemos que o que abandonámos está a ruir...

O Tarot diz-lhe que é essencial entusiasmar-se com os novos desafios que vão surgir. Porém, não abandone o que já conquistou. Manutenção é o que é preciso nesta altura.

No amorzinho, em particular, esta lâmina, traz prenúncios positivos. 

O 6 de Fogo fala sobre superação de desafios e sobre a possibilidade de (re)acender a chama da paixão, isto é, se existir empenho de ambas as partes, claro. Dançar tango e tal...

 

CAPRICÓRNIO - A Roda da Fortuna

Podem vir aí mudanças, algumas, de início, podem parecer incompreensíveis. Concorde com elas ou nem por isso. Aliás, não lhe será dado aviso, as coisas vão desenrolar-se... e pronto.

Não se preocupe, porque, na grande maioria das vezes, estas são mudanças benéficas, apesar de poderem ser assustadoras. Estamos tão agarrados às rotinas, achando que são seguranças, que mesmo que apareça algo melhor... ficamos aterrorizados e inertes. 

"Deus é um comediante a atuar para uma plateia demasiado assustada para rir", disse Voltaire. E é verdade. Vivemos em permanente sobressalto, não vão as coisas fugirem do nosso controlo… como se controlássemos alguma coisa relevante. O stress em que vivemos é um espelho do que acabo de dizer. O que é o stress para além de medo? 

Esta lâmina significa que, se está a viver alguma dificuldade, esta poderá estar a chegar ao fim. Há, sempre, um motivo para que as situações comecem e, tal como começam, acabam. É a ordem natural das coisas. A questão é que, muitas vezes, não conseguimos perceber os porquês... ou, talvez, consigamos, mas não queremos aceitar. Este é um grande busílis: sem aceitarmos e compreendermos, não fechamos, de facto, os tais ciclos. É importantíssimo fazermos estes processos bem feitos. Evite a tentação de pôr as situações debaixo do tapete. É um alívio temporário, como sabe.

Mantra da semana: venha o que vier, nada é maior do que a minha alma!

 

AQUÁRIO - 7 de Copas

"A primeira e pior de todas as fraudes é enganar-se a si mesmo. Depois disto, todo o pecado é fácil". (J. Bailey)

Não há nada que o ser humano deseje mais do que viver num mundo controlado, um pouco colorido, sim, livre de desafios, onde somos imensamente felizes. Todos desejamos isto. E é por isso que, muitas vezes, criamos, dentro da nossa mente, uma outra realidade paralela. Envolvemo-nos em sonhos e desejos e alimentamo-nos de ilusões… Com o passar do tempo, começamos a viver cada vez mais na ilusão e menos no real, deixando escapar oportunidades e pessoas que nos poderiam ter sido importantes. Enquanto isso, continuamos a sonhar…

É bom não nos conformarmos com o que temos, em particular, quando o que temos é pouco ou tóxico. Contudo, quando estamos nesse mundo paralelo, não valorizamos o que temos de saudável na vida. Isso torna-se numa ingratidão. Estamos tão concentrados no que não temos que acabamos por desvalorizar o que temos. Damos essas coisas como garantidas, até que a vida nos mostra que não eram. Só quando perdermos é que tomamos consciência disso e, aí, lamentamo-nos, choramos, zangamo-nos… 

Então, o mantra da semana é: gratidão, gratidão, gratidão. 

 

PEIXES - 10 de Ouros

O forte do naipe de Ouros são os bens materiais, mas a lâmina número dez vai muito para além do terreno, falando-nos sobre melhorias a esse nível mas, também, a nível familiar e sentimental.

Parece que esta semana poderá ser mais calma do que as anteriores. Porém, todas as lâminas trazem um alerta e, neste caso, o sinal é para que se lembre que, apesar de nos termos que preocupar com os bens, não são eles que a/ o farão feliz. Conhecemos pessoas ricas e bem-sucedidas que são infelicíssimas. Nunca é demais lembrar disto.

"É bom ter dinheiro e as coisas que o dinheiro pode comprar, mas, também, é bom verificar, de vez em quando, que não perdeu as coisas que o dinheiro não pode comprar", disse George Lorimer

Então, qual é o setor de vida que tem negligenciado? Todos são importantes, mas nem todos são prioritários. Faça essa análise e mude o que há a melhorar. A vida é isso mesmo: um constante ajuste às novas circunstâncias. 

Relacionados