urlvisit
SELFIE TAROT

Horóscopo: saiba as previsões do Tarot para esta semana (5 a 11 de julho)

Vera Xavier
LifeCoach & Tarot
Tarot

Veja as previsões do horóscopo para os diferentes signos, interpretadas por Vera Xavier LifeCoach & Tarot, para a semana de 5 a 11 de julho.

Carneiro - 10 de Espadas

"Não pode haver borboletas, se a vida não trouxer momentos de longas e silenciosas metamorfoses."

Acontece com demasiada frequência vivermos situações que não nos fazem bem, e sem sabermos porquê, continuamos presos a elas como se disso dependesse a nossa vida. 

Este comportamento é no mínimo estranho, não é? 

Como é que algo que não nos faz bem pode ser considerado estrutural? 

O ser humano precisa de se sentir seguro e isso leva, muitas vezes, a mantermo-nos em relações, empregos, enfim, compromissos, que assumimos anteriormente, mas que, por algum motivo, já não nos fazem sentido ou revelam que não são aquilo que tínhamos sonhado… 

Poucos são os que, neste momento, têm a força para mudar.

O 10 de Espadas alerta que, se sente que a vida não está a fluir, é porque talvez não seja esse o caminho melhor. 

Ouça os sinais e não seja teimosa/o! Insistir nos mesmos erros é… distracção a mais. Pare um pouco para refletir, ouça o seu coração, pois poderá estar na hora de mudar, de sair dessa "prisão sem grades". Isso poderá implicar o final de alguma coisa, o deixar para trás algo/alguém, e isso, todos nós sabemos, pode ser doloroso, mas como sabe, também poderá ser extremamente libertador! Portanto, se, durante esta fase, viver o fim de alguma situação lembre-se que caminha para uma maior satisfação e, quem sabe, para a sua realização! Com toda a sua coragem, siga em frente, pois é para frente que a nossa sina flui! O importante é que na sua mente não tenha dúvidas de que irá e merece ser feliz!

Touro - Rainha de Espadas

A Rainha de Espadas traz consigo um sentimento de desassossego mental e talvez até algum descontentamento. 

O que anda a tirar-lhe o sossego?  

Arrependimento? Culpa? Ressentimento? Estes sentimentos não tratados levam à depressão e a bola de neve cresce e cresce...

Este é um ciclo vicioso que tende a repetir-se, ao longo da nossa vida, se não estivermos atentas/os. 

Uma das formas de sair desse emaranhado é aceitando o passado, até porque já não o podemos mudar e de certeza que, na altura, fizemos o melhor que podíamos/sabíamos. 

Não se recrimine! Tire as ilações devidas e continue em frente. Agora, com outra maturidade, concentre-se no presente e naquilo que poderá fazer agora para que o seu futuro seja mais idêntico ao que sonhou. 

Por outro lado, esta rainha, alerta-a/o que, durante esta semana, poderá ser necessário desembainhar a sua espada para se proteger. 

No entanto, saiba perceber quando é hora de abaixar e fazer tréguas. Não se habitue a estar em permanente modo de guerra. Isso só a/o irá isolar do mundo, e nós não queremos isso, verdade?

Gémeos - 5 de Paus

"Senão agora, quando?"

Há momentos na vida em que devemos ter a coragem para ir atrás dos nossos sonhos e correr riscos. 

Quando pensamos em dar esse passo, sentimos uma mistura de frenesim e de medo - que é natural - mas que até podem dar o boost que precisamos para dar precisamente esse passo importantíssimo.

É necessário ter planos e atividades que nos façam encantar pela vida e por nós próprios, caso contrário, vamos ter uma existência comezinha…

O 5 de Paus indica que poderão surgir oportunidades de algo novo que pode despertar a sua atenção. 

Vamos lá aproveitar esta conjuntura porque elas não surgem todos os dias. Olhos bem abertos, se faz favor!


 

Caranguejo - A Temperança

"Se o momento é de crise, não te perturbes, segue...
Serve e ora, esperando que suceda o melhor.
Queixas, gritos e mágoas são golpes em ti mesmo.
Silencia e abençoa, a verdade tem voz." (Chico Xavier)

É possível que sinta que está a precisar de mudar de ritmo. 

Gritar ou espernear, quando somos confrontados com alguma situação complexa, na maioria das vezes, não resolve coisíssima nenhuma e arrasa com a sua saúde mental, verdade?

É com a idade que tudo começa a parecer mais e mais intrincado - ao contrário do que pensávamos aos 18, 20 anos, que tínhamos soluções para tudo.

A maturidade pode e deve trazer-nos mais equilíbrio emocional e espiritual, como? Simplificando a vida! Tomando consciência do que é real e do que é pura dispersão. Perdemos tempo e energia com situações supérfluas escusadamente. E, nisso, sim, a idade pode trazer este discernimento. É preciso estarmos constantemente atentas/os. 

A Temperança, ou a Alquimia, também é a lâmina das medicinas alternativas ou terapias alternativas, então, ela pode pedir que cuide de si de formas menos ortodoxas. Cuide da sua saúde física e emocional, de dentro para fora.

Leão - Rainha de Ouros 

O gosto de viver e estar bem são os pontos fortes desta lâmina que representa a personalidade mais terráquea, mais ligada aos prazeres da vida e dos bens materiais.

Ela vem muito provavelmente aconselhá-la/o a dar-se o direito de se divertir e de desfrutar dos momentos mais simples do quotidiano. E porque não? Por que é que temos de estar sempre focadas/os nos assuntos sérios? Porque é que chegamos a uma certa idade e dizemos sistematicamente: "Isto já não é para mim!", "Com a minha idade tenho de ter juízo!". Porquê?

Se analisarmos a fundo, percebemos que é um enorme disparate e é, acima de tudo, uma forma de desistência de viver melhor. 

Onde é que está escrito que temos de deixar de ser joviais e alegres para sermos respeitados?! 

Num outro nível - que acaba por ser o mesmo tipo de minaste -, por que é que achamos que se formos amáveis uns com os outros perdemos a reputação de durões e de profissionais sérios? 

O que é facto é que, quando nos damos ao trabalho de olhar para os rostos que dividem os transportes públicos connosco ou que deambulam pelos mesmos shoppings, vemos que, raramente, vemos semblantes serenos. 

Temos de manter uma carantonha feia e séria - uma máscara - para não sermos - pensamos nós - magoados pelos outros… non sense

Sorria, por favor! Ainda assim, temos motivos para sorrir, basta vermos os noticiários para termos essa noção de forma inequívoca, certo?
 

Virgem - Ás de Copas

O amor é paciente, é bondoso; o amor não é invejoso, não é arrogante, não se ensoberbece, não é ambicioso, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não guarda ressentimento pelo mal sofrido, não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta (isto é que já é discutível, São Paulo! Nota VX). (Carta de S. Paulo aos Coríntios).

Este é um dos principais Arcanos menores que diz respeito ao Amor. Ele fala que oportunidades do coração, de amar e de ser amado, de mostrar o que de melhor existe dentro de si. De encantar e de deixar-se encantar. É tão bom! 

Muitas vezes, a oportunidade de sermos felizes está mesmo à frente do nosso nariz e deixamo-la escapar porque estamos ocupadas/os com o corriqueiro. 

O Amor não significa perfeição, mas, sim, aceitação, tolerância; significa lutarem ambos para o seu crescimento pessoal. 

E cabe a ambos manter, alimentar, fazer evoluir, sem limitações mentais a relação. 

Esta lâmina pede que não tenha medo de amar; não tenha medo de voltar a abrir o seu coração. Todos nós já sofremos desilusões, mas isso não quer dizer que o mesmo padrão se volte a repetir. 

Limpe o seu coraçãozinho das angústias do passado e aprenda a encarar o futuro com um pouquinho mais de fé. 

Para os que já deram o "nó", o conselho do Tarot é que não deixem extinguir a chama da paixão, basta pensar em algo que faria o outro feliz e pô-lo em prática. É tão fácil, não é?

Balança - Os Amantes

"O amor arranca as máscaras sem as quais temíamos não poder viver e atrás das quais sabemos que somos incapazes de o fazer." (James Baldwin)

Ah... as eternas máscaras, quem as não tem? Colocamo-las para ir para o trabalho, quando a vontade é nula, para estar com os amigos quando estamos em baixo e não os queremos incomodar, etc. 

E quando é que nos revelamos tal como somos? Pois é, esse é que é o desafio, dado que, com tantas máscaras confortáveis, ganhamos medo de mostrar o que somos, ou como estamos, na realidade. 

Por que se quer esconder? Tem medo de mostrar o que realmente é e que os outros não gostem? Então, é porque não merecem a nossa honestidade! As pessoas que valem realmente a pena são aquelas que gostam de nós de qualquer maneira: tristes, cansadas/os, irritadas/os, esfuziantes…

Pode estar na altura de escolher ser verdadeira/o.

Chega de gerir tantas personagens porque isso nos desgasta muitíssimo.

Escorpião - 8 de Copas

"Há gente que possui a verdade no seu interior, mas não a traduz com palavras." (K. Gibran)

A maioria dos casais perdeu o hábito de conversar. Ou porque chegam a casa cansados ou porque têm que cuidar dos filhos… enfim! 

A questão é que vão acumulando coisas e mais coisas e aquilo que poderia ser uma simples semente de descontentamento pode passar a ser um terreno cheio de ervas daninhas. Até que, um dia, tudo arde, e, por vezes, é tarde demais para remediar. Ou, melhor, acham que é tarde porque o hábito de dialogar serenamente não foi alimentado. É o tudo ou nada.

A comunicação é essencial para qualquer tipo de relacionamento e, se está descontente, deve explicar o que sente à "metade da sua laranja", com calma e com clareza, mas fale!

Nota: Conversar é uma coisa, discutir é outra, por isso, quando vir que os ânimos se estão a exaltar o melhor é pôr um ponto final à discussão. Quando se perde o controlo, diz-se o que se quer e principalmente o que não se quer! 

O silêncio, nessas fases, é a melhor solução.


 

Sagitário - 9 de Espadas

"Ninguém cai tão baixo que não possa ser levantado pelo Amor." (Gandhi)

Esta é, sem dúvida, a mais poderosa de todas as forças do Universo. Existem momentos na nossa vida em que nos sentimos sozinho e só vemos o lado negativo do que nos rodeia… mas nunca deveríamos perder a noção de que o Amor está sempre presente. Mesmo que não seja visível. 

No olhar de ternura de um ente, no abraço aconchegante de um familiar (já podemos abraçar! eu sei, com cuidado), nas palavras doces e encorajadoras de quem nos ama… É preciso estar atento e recetivo. Por vezes, estamos tão absortos no nosso dia a dia que já nem damos por isso e já não valorizamos estes pequenos grandes momentos. 

Os sagitarianos, independentes como são, não gostam de incomodar os outros com os seus problemas, bem sei. 

Mas, então, como partilham as desventuras? Deveria ser com a mesma naturalidade que partilham os bons momentos, certo? Certo.
 

Capricórnio - A Roda da Fortuna

Na realidade, toda a gente sabe que não pode fugir do destino. Como disse Cesare Pavese: "A sabedoria do destino é a nossa própria."

No nosso inconsciente, sabemos perfeitamente que caminho trilhar, que escolhas fazer para termos a melhor qualidade possível de vida. 

Ao longo da nossa existência, vamos estando sujeitos a obstáculos e a tentações, mas, mais cedo ou mais tarde, voltamos ao caminho correto. Eu acredito mesmo nisto. E perdermo-nos faz parte do processo. O caminho não é linear. 

Quem insiste e continua a desviar-se do caminho, são aqueles que ainda não compreendem o seu destino, porque não pararam para analisar o passado, não compreenderam as lições, uma vez que, é assim que vamos construindo, conscientemente, um futuro mais promissor.

Não esqueça, alma bonita, que os nossos pensamentos - bons ou nem por isso - ajudam nessa construção, portanto, cultive os bons. 
 

Aquário - O Mundo

O Amor em qualquer das suas manifestações oferece-nos os maiores presentes que podemos receber, mas parece que poucas são as pessoas que ainda valorizam essas preciosas dádivas. 

Porque será? Talvez seja porque somos duros, no que concerne a perdoar as falhas dos outros, e, assim, vamos afastando a nossa tribo.

Quando damos por isso, estamos isolados e cheios de… "razão".

Todos falhamos; todos magoamos intencionalmente ou não, todos o fazemos, verdade? Gostamos de ser perdoados por essas atitudes, não é? Então, porque somos tão radicais com os outros? "Ah, mas dói quando me magoam!" E estar sozinha/o, não magoa? Não, magoa pouco! É tremendo!

Deveríamos estar gratos, por termos um ombro amigo, por um gesto de carinho, já que o caminho seria bem mais tenebroso se o fizéssemos sozinhas/os.

Em que é que entretemos a mona - leia-se mente? O que é que valorizamos? As casas, a conta bancária, as carteiras de marca ofensivamente caras, etc. 

É este o mundo que estamos a criar e a querer deixar às futuras gerações. 

Um mundo onde o calor humano tem menos valor do que uma jóia preciosa… 

Quando é que vamos começar a inverter esta tendência? Agora!

A melhor lâmina do Tarot indica que, esta semana, as oportunidades de viajar, por exemplo, são excelentes. Mas, todas as áreas podem beneficiar com esta energia bonita.

Ajuda muito dar o seu melhor, ou seja, use a sua criatividade e, o que fizer, faça-o com uma vontade indomável! 

"Tudo o que não é paixão tem um fundo de aborrecimento." (Henri Millon de Montherlant)

Peixes - 2 de Paus

Mantra da semana: É tempo de voltar a ser feliz. OM

Pronto, já basta de fugir do que é importante.

Já basta de pensar e pensar e de não sair da roda do ratinho. 

Vamos, então, ao seu ritmo voltar ao que é importante; ao que faz sentido ser vivido; ao que a/o faz sorrir. 

A passividade - ou a conhecida zona de conforto - só leva à estagnação e no final da vida o que recordará? Que legado deixará? As cinco coisas que as pessoas no final da vida se arrependem são:

Não ter expressado mais o seu amor;

Ter perdido tanto tempo e energia no trabalho;

Não ter feito aquelas loucuras que desde sempre quis fazer;

Não ter mandado mais gente à….!;

Não ter cuidado de si própria/o;

Se sabemos disso dos mais velhos, porque é que vivemos no marasmo, no seguro, no comezinho?;

Vale a pena arriscar, porque o pior que pode acontecer é não ter o desfecho que imaginávamos, e está tudo bem! Voltamos a tentar! 

Venham de lá as aventuras!