Nacional

Horóscopo: saiba qual o signo mais favorecido. Veja o Tarot de 26 de setembro a 2 de outubro

Veja as previsões do horóscopo para os diferentes signos, interpretadas por Vera Xavier LifeCoach & Tarot, para a semana de 26 de setembro a 2 de outubro.

LifeCoach & Tarot
  • 26 set, 14:46
Tarot
Tarot

CARNEIRO - A Lua 

"Não podes ver o que és. O que vês é a tua sombra." (Tagore)

Quando tivermos consciência disso, estamos no Caminho certo. 

A Lua é uma lâmina de instabilidade, de estados emotivos, de medos, inquietação, ansiedade. Esses estados de alma provocam uma cegueira interna e externa que torna difícil a já complexa tarefa de viver. 

A ansiedade é o estágio anterior à depressão que atinge milhões de pessoas em todo o mundo. 

Estamos sempre à espera de qualquer coisa que nos catapulte para a frente e não percebemos que esse impulso tem que ser interno. Vivemos no eterno adiar. Temos medo de tomar decisões, mas não vemos que isso traz-nos um imenso sofrimento. Acomodamo-nos ao "amanhã é que é", isto tornou-se um modo de vida, mas será isso viver? Eu chamo-lhe sobreviver.

A Lua pede reflexão, sim, pede, mas pede que reflita sem vitimizações, sem culpas, sem escusas. A Lua pede também uma reflexão madura, honesta e objetiva onde deve perguntar: Como é que eu cheguei até aqui? O que é que eu já aprendi? O que é que está por detrás deste sofrimento que eu sinto? O que tenho que mudar? Como? Porquê? Quando? Pegue numa caneta e num papel e crie o seu plano de ação.

***

TOURO - Rainha de Espadas 

A cura da nossa auto-estima, eis um dos nossos maiores desafios.

Esta semana, proponho-nos uma Carta de direitos que deve ser lembrada todos os dias.

1. Eu tenho o direito de ser tratado com respeito;

2. Eu tenho o direito de não ser responsabilizado pelas asneiras ou maus comportamentos de qualquer outra pessoa;

3. Eu tenho o direito de me zangar;

4. Eu tenho o direito de dizer não;

5. Eu tenho o direito de cometer erros;

6. Eu tenho o direito de ter sentimentos, convicções e opiniões;

7. Eu tenho o direito de mudar de ideias ou de decidir escolher uma linha de ação diferente;

8. Eu tenho o direito de negociar;

9. Eu tenho o direito de pedir apoio ou ajuda emocional;

10. Eu tenho direito de viver a vida como eu escolher.

Isto mais não é do que uma declaração de independência e Amor por nós próprios. Ao nos respeitarmos desta forma, poucas serão as adversidades que nos derrubarão. Lembre-se que quanto maiores somos, mais desafios teremos, faz parte e não há nada a fazer a não ser enfrentá-los cheios de confiança e lealdade. Em frente, filha/o da Vénus.

***

GÉMEOS - Rei de Copas 

As pessoas mais extrovertidas, mais comunicativas, como os geminianos típicos, às vezes, têm alguma dificuldade de parar a tempo, seja de falar, de agir, de se expor e o que acontece é que, de quando em vez, lá se arrependem dos excessos. Não há nada de mal em nos arrependermos, até porque é assim que vamos aprendendo, mas que às vezes podiam proteger-se um pouquinho, podiam. É por isso que o bom senso é fundamental na gestão dos nossos comportamentos, das nossas relações e conflitos internos e externos. 

Os Gémeos gostam de se destacar, de ser líderes e alguns são-no de maneira inata, mas lá está, há que perceber se é hora de liderar os outros ou apenas liderarem-se a si próprios. A verdade é que já dá tanto trabalho gerir a nossa vida quanto mais gerir a dos outros. Este comportamento é muitas vezes uma distração e apenas isso. 

Uma pergunta se impõe: gere a sua vida de forma madura e inteligente? Se sim, então está em condições de ajudar a gerir a dos outros. Repare, ajudar a gerir e não gerir. Cada um carrega a sua cruz. Não se esqueça. 

***

CARANGUEJO - 8 de Espadas

Será que não está um pouco isolado do mundo? Está preocupada e/ou ansiosa, alma bonita?

Será que essas preocupações não estão a danificar as suas relações ou algumas delas? Esse estado de alma tem ajudado a resolver os desafios? Não, pois não? O que vai fazer a respeito? Vai transformar a preocupação em planos de ação? Excelente.

A sua capacidade intelectual vai estar potencializada sob a influência deste complexo Arcano, o que pode ser bom porque nos momentos de maior pressão somos obrigados a pensar ou repensar muitas das nossas verdades/crenças. Nessas alturas é que nos sentimos impelidos a mudar, a aligeirar os estados mentais… até para não perdermos a sanidade. 

Por outro lado, se não for bem canalizada esta energia de confusão pode causar danos. E porquê? Porque faz com que se disperse e não consiga focar-se num objetivo só. 

Em termos pessoais, o 8 de Espadas pode indicar que uma fase meio tensa se avizinha e que alguns conflitos podem e devem ser evitados por si. Não ceda, não perca o controlo das situações.

***

LEÃO - Rei de Ouros 

"Às vezes, um acontecimento sem importância é capaz de transformar toda a beleza num momento de angústia. Insistimos em ver o cisco no olho, e esquecemo-nos de ver as montanhas, os campos e as oliveiras."

Em vez de olharmos a vida como um todo, focamos a nossa atenção nos aspetos menos positivos em vez de realçarmos o que de bom temos e temos muita coisa boa na vida. Nem vale a pena compararmo-nos com os outros. Esse modo de pensar só traz infelicidade e outros sentimentos com a inveja. 

Quando o coração está apertado de dor já não conseguimos ver mais nada. Deixamos de trabalhar, ou pelo menos de produzir, e retiramo-nos para um canto do mundo de preferência deitados em posição fetal. Claro que temos direito a momentos de fragilidade, mas temos mais direito ainda de lutar pelo nosso bem-estar. Perdemos muito tempo com posturas de "coitadinhos", tempo inestimável, aliás.

É possível que esteja mais focada/o nas questões materiais, mas isto para além de ser um escape, não resolve o que há para resolver em termos pessoais, não é? Então, resolva tudo com firmeza mas com jeitinho, sem causar danos colaterais. Não são precisos atos dramáticos, são precisos atos de um Ser maduro e equilibrado. Como disseram vários mestres, A felicidade às vezes é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.

***

VIRGEM - Cavaleiros de Copas 

"Você pode chegar até onde pode avistar."

Há que encontrar o equilíbrio entre o sonho e a realidade. Viver de quimeras e ilusões não nos leva a lado nenhum, mas viver apenas ligado ao concreto e à realidade que nos envolve também pode ser bastante redutor. É por isso que o Cavaleiro de Copas lhe pede que encontre o tal equilíbrio.

Uma grande ideia e consequente concretização começa num devaneio. Um pensamento fora da caixa pode dar origem a um projeto fantástico! Por isso, preste muita atenção aos seus sonhos e ideias que podem parecem meio loucos ou descontextualizados mas que podem ser o início de qualquer coisa bonita. Não era isso que andava a pedir aos Deuses? ;) Aí vêm as ideias. 

A sua ansiedade pode ser um sinal de que falta qualquer coisa para que sua existência faça mais sentido. 

O oráculo pede que não se pressione. Quanto mais o faz, mais indisponível estará para ter ideias promissoras. 

Relaxe, sintonize-se com a Luz e com a Paz e tudo o resto fluirá.  

***

BALANÇA - 3 de Ouros 

O Tarot diz que a fase de náufrago perdido no meio deste grande oceano que é viver, pode estar a terminar. Aleluia, Senhor!

Agora está na hora de assumir o seu poder pessoal e escolher o rumo que quer dar à sua vida. Vamos, tome decisões.

 O 3 de Ouros diz-lhe que para conquistar o que deseja terá de agir com mais coragem e consistência. Vá, tem estas características, sim, não me deixe ficar mal. :)

Há que se expor, lutar e ir atrás do que ambiciona e isso, não significa que tenha sido fraco até agora, mas pode fazer mais um pouquinho, não pode?

É possível que se desiluda pelo caminho e que, às vezes, lhe falte o ânimo, mas também haverão momentos que vai sorrir e sentir-se magnífica/o, porquê? Porque está a fazer algo por si e, espero, pelo mundo. 

Trace o seu plano, mas deixe espaço para o inesperado e use as suas capacidades, incluindo o charme (honestamente).

Relativamente a questões práticas, esta lâmina fala em consolidações de negócios e numa boa fase para começar projetos profissionais e também amorosos. Use e abuse desta energia construtiva. 

***

ESCORPIÃO - 5 de Ouros 

"Se os olhos não tivessem lágrimas, a alma não teria arco-íris." (Provérbio chinês)

A vivência de qualquer ser está carregada de boas experiências e de outras dolorosas. Toda a gente tem memórias traumáticas, todos já sofremos alguns desgostos, desilusões. Não há como evitá-los.

Mas, o nosso passado não define quem somos, o que define quem somos é o que nós fazemos com o nosso presente. O passado é a nossa história, não é nem deve ser  nosso mapa-múndi. Só nos deixamos definir por ele se quisermos. P.f., ponha isto na sua mona linda. :) 

O homem é um ser sonhador por natureza. 

Existe sempre algo que vale a pena ansiar, algo que até pode parecer inatingível, mas que nos dá alento para continuar a tentar e tentar e tentar, porque é no tentar que está o ganho. (parece um slogan de um detergente) 

O que faria se não tivesse medo? Feche os olhos e repita esta frase para si. Outra vez. Mais uma vez. Depois, dê o primeiro passo nessa direção.

***

SAGITÁRIO - Pajem de Ouros 

"A vida é um eco. Se não gosta do que está a receber, observe o que está a emitir." (Lair Ribeiro) Adoro.

Em teoria toda a gente sabe disso, porém, quando é para interiorizar e colocar em prática… hum, aí já é um pouco mais difícil. Ah, também é muito fácil dizer aos outros. 

Quando nos acontece algo menos bom a primeira coisa que fazemos é colocar-nos na posição de vítima, retirando de cima de nós qualquer responsabilidade. Fazemos a famigerada pergunta 'o que é que eu fiz para merecer isto? Coitadinha de mim…'. Com esta postura, acabamos por não analisar o que poderá estar por detrás da situação, ficamo-nos pela rama e pela auto-comiseração, até porque é mais fácil e cómodo (será?). Continuamos a ter a crença - anacrónica e escabrosa - que nos foi incutida pelos nossos antepassados que Deus é punitivo e injusto, assim sendo, pensamos que o melhor é não fazer nada e ficamos no nosso cantinho. Errado. Esta forma de pensar não leva a lado nenhum, é obsoleta, arcaica e absurda. Quem acredita em Deus/a, autêntica e conscientemente, não duvida da sua Justiça, nunca. 

Vamos lá acordar e colocar os lindos, e muitos, neurónios a funcionar. Faça uma retrospetiva, perceba onde é que pode ter começado a sua descrença e desânimo e o que poderá fazer para mudar a história - a história que conta a si mesma/o porque os acontecimentos ninguém pode mudar - e a sua atitude. Isto para que, quando uma nova oportunidade surgir, possa agarrá-la com firmeza. Se não quiser ficar à espera de uma nova oportunidade, crie-a.  

***

CAPRICÓRNIO - Pajem de Espadas

"Compreendemos mal o mundo e depois dizemos que ele nos dececiona." (Tagore)

E porque é que compreendemos mal o mundo? Porque vemos as situações, as circunstâncias apenas do nosso ponto de vista egoísta e limitado. É-nos difícil compreender a verdade dos outros, porque estamos demasiado ocupados com a nossa preservação; estamos cercados com todas as muralhas que ano após ano fomos construindo. A cada perda, a cada erro, fomos colocando mais uma imensa e quase intransponível pedra nessa muralha, muralha que nos isola, muralha que nos traz uma esmagadora solidão. 

Quando achamos que o mundo está errado e que todos estão errados, algo de sério se passa connosco. Não pode ser assim, seria demasiado redutor. Reduzirmos a vivência a isto seria terrivelmente imaturo e inconsequente. Demonstraria que, acima de tudo, pouco teria sido aprendido. 

O Pajem de Espadas pede que repense a sua trajetória de vida. O que a/o move neste momento? O que é que lhe dá prazer? Onde quer chegar? 

Vamos Capricornianos, vamos Caminhar, vamos sair do mesmo, porque o que está lá a frente é bem melhor. Claro que é.

***

AQUÁRIO - O Eremita

"Nós temos a tendência de ver as coisas que não existem e de ficarmos cegos para as grandes lições que estão diante dos nossos olhos." (In O Diário de Um Mago) 

O Eremita com a sua lanterna sai, deixa para trás a sua zona de conforto, do mundo material e vai em busca de novos caminhos. Qual será a mensagem que ele tem para si, esta semana? 

Esta fase de maior lentidão onde o ritmo abranda é propícia para fazer uma análise mais aprofundada sobre si. O que quer para si? Os seus planos falharam em algum ponto? O que pode fazer para alterar essa realidade? Temos várias opções, entre elas: cruzar os braços e culpar a vida ou refazer os planos aliando a sua maior maturidade e começar de novo. Começar de novo soa bem, não soa? Está cansada/o? Eu sei que está, porém, ainda não é tempo de descansar. Sim, o trajeto pode ser trabalhoso, pode ser um pouco assustador até, mas um bom desafio é sempre um bom desafio.

A vida pode tornar-se tão rotineira, então, como é que podemos virar as costas a uma nova aventura? Não sabe onde essa aventura vai dar? Bom, se soubesse qual seria a graça? Aventura não quer dizer leviandade. Podemos ser aventureiros sensatos, não temos que ser loucos varridos, apesar de que, de vez em quando, até faz bem umas loucuras, mas das saudáveis.

O Eremita não indica grandes mudanças, indica antes uma fase de alguma recolha e crescimento espiritual, que vai, mais tarde, trazer essas mudanças que tanto anseia. Quando o caminho é assim sereno, tudo tende a ajustar-se, tudo tende a correr tranquilamente. Há alturas em que quanto mais lutamos mais estragamos…

***

PEIXES - 6 de Espadas 

"Para os pessimistas os lírios pertencem à família das cebolas; para os otimistas as cebolas pertencem à família dos lírios." (E. Wallace)

Os queridos Peixinhos nem sempre conseguem ser otimistas (às vezes nem realistas) e porquê? Porque são, muitas vezes, excessivamente idealistas. Como o mundo não é como eles idealizam lá caem em estados melancólicos, depressivos ou irados. São justiceiros sim, mas a nossa justiça é sempre pessoal, porquê? Porque nunca somos detentores da Verdade. Por mais que tentemos, nunca conseguimos ser totalmente justos, porque somos apenas humanos e as emoções humanas não nos deixam ser totalmente isentos. Pelo menos por enquanto. Um dia chegamos lá, mas só quando formos Budas (Iluminados). 

O 6 de Espadas pode indicar uma fase mais solitária, seja ela sua escolha ou não. Quando a nossa alma quer que fiquemos a sós, ela afasta todos de nós, e o que nós fazemos? Aceitamos e trabalhamos o que há a trabalhar ou queixamo-nos, tipo, "coitadinho de mim, estou tão sozinho, quando preciso ninguém aparece"? Não compreendemos que a fase é para estar só. 

Há perguntas a pulsar na sua mente e coração. Elas precisam de respostas que só vai conseguir ouvir em silêncio. Pare o ruído todo à sua volta. Respire…

Relacionados

Patrocinados