urlvisit
SELFIE TAROT

Horóscopo: saiba as previsões do Tarot para esta semana (11 - 17 de janeiro)

Vera Xavier
LifeCoach & Tarot
Signos

Vera Xavier LifeCoach & Tarot dá-lhe a conhecer as previsões dos signos, para a semana de 11 a 17 de janeiro.

Carneiro - O Eremita

"O que faz andar o barco não é a vela enfunada, mas o vento que não se vê." (Platão)

Esta poderá ser uma boa fase para se dedicar ao conhecimento e à descoberta de si mesma/o. Há que aproveitar o isolamento da melhor forma possível, verdade?

Tudo o que todos estes anos andou a conter, as feridas que finge não sentir, as lágrimas por chorar… talvez esteja na hora de as trazer à superfície e exteriorizá-las. Não tem de o fazer de uma forma histriónica, mas toda essa emoção deve ser expelida. Não serve de nada a não ser vergar as nossas costas e nós não queremos isso!

Se vai doer? Sim, talvez… mexer no passado nunca é agradável no primeiro embate, mas, quando tudo se começar a dissipar, a densidade e a poeira a assentar, a leveza que o seu espírito vai sentir trará consigo, também, a paz que deseja.

Onde está ou estava a raiz do problema? Consegue perceber? Onde é que aquela marca, aquele trauma, aquela ferida aconteceu? Vá até ao mais fundo do seu ser e procure… procure… e encontre! A partir daí, poderá começar o processo de limpeza.

Talvez seja pelo facto de estar virada/o para o seu interior, ou, talvez, porque se sinta apenas cansada/o, o facto é que, esta semana, poderá estar um bocadinho mais impaciente e rabugenta/o do que o normal. Para além de meditação, o que deve fazer? Isso, não se envolver em situações potencialmente explosivas.

Touro - 3 de Espadas

Seja doce e tolerante consigo própria/o durante esta fase de vida, pede o nosso amado Tarot. Rodeie-se (virtualmente) de pessoas que lhe transmitam calma, de situações que não a/o constranjam e procure ambientes relaxantes. Não ceda! Não se deixe levar pelo medo, pela ansiedade, pela solidão. Por favor, eleve-se, aceite as circunstâncias e adapte-se, pode ser?

Não vale a pena fingir que nada aconteceu… porque aconteceu! Não vale a pena fingir que está tudo bem, quando não está! Mas a forma como vivemos as situações depende muitíssimo de nós. Por isso, mais uma vez, lhe peço que não ceda.

Esta poderá não ser a mais fácil das semanas, mas todas as fases de vida são importantes, nem que seja para percebermos a força que possuímos e quem são as pessoas com quem, verdadeiramente, podemos contar. É na adversidade que encontramos "aquelas pessoas que nos perguntam, com sinceridade, como estamos e que, depois, ficam à espera de ouvir a resposta", ou seja, os nossos companheiros de viagem, os amigos.

As emoções vão estar mais suscetíveis por isso, evite temas sensíveis, seja em família ou entre amigos.

Gémeos - 5 de Ouros

Na Era em que vivemos, somos constantemente pressionados para conseguir atingir o sucesso (material) e, se isso não acontecer, somos, por vezes, rotulados e alvo de pena por nós próprios!!! (Repare que nunca uso três exclamações! É mesmo para vincar esta questão)

Pena, sucesso, intriga, pobreza de espírito, adversários, prosperidade, paz...

Quem consegue definir estes conceitos? Onde é que o sucesso embate de frente com a paz de espírito, prejudicando-a? Não há nada de errado em sermos ambiciosos. A questão é o que sacrificamos para tal. Mais, por que não podemos ter sucesso em várias frentes? Não deixe para trás a sua evolução espiritual. Tudo é importante.

O 5 de Ouros pode indicar que, algum plano, não está, ainda, suficientemente sólido para conseguir vingar, particularmente em termos materiais.

Talvez não seja a melhor altura para se atirar de cabeça.

Mas não quer dizer que não deva avançar, mais à frente. Sabe o que é pior do que não atingir algum dos seus objetivos? É perder-se na malha da "escuridão", onde se perde a noção do caminho a seguir, onde se perdem ideias e ideais, valores, paixões e onde desistimos e passamos a ser autómatos que vivem um dia de cada vez, sempre da mesma forma.

É aí que o Universo intervém de forma, por vezes, até dolorosa, para que não desperdice esta oportunidade de continuar a subir as Escadas da Luz.

Por vezes, os abanões servem para isso mesmo, para nos mostrar que nos estamos a desviar do Caminho.

Axioma da semana: "Eu nunca perco, ou ganho ou aprendo" (Madiba Nelson Mandela)

Caranguejo - Rei de Copas

"Por que havia de me sentir sozinho? Raras vezes, na minha vida, desde que me lembro de mim, tive um sentimento de solidão. E não me sinto mal na minha companhia, divertimo-nos muito os dois, eu e eu. Não me aborreço." (António Lobo Antunes) - Concordo em absoluto!

Tanto para amar como para viver, é preciso arriscar. E, aqui, arriscar é divertir-se, acompanhada/o ou sozinha/o. Podemos ser tão boas companhias! Podemos descobrir facetas desconhecidas, mas curiosas. Quiçá, até, descobre que é uma comediante não aproveitada. Ou um artista! Vá lá comprar barro, se faz favor! Traga, também, uma tela, no caso de a escultura não resultar. Ah, e umas sapatilhas de pontas de ballet… nunca se sabe!

Nos dias que correm, a sociedade dá-nos mostras contínuas de que preferia que ficássemos sossegadinhos num um canto, sob a ameaça sermos ridicularizados.

"Não posso seguir o meu sonho, porque isso não dá dinheiro"; "Não posso estar com a pessoa de quem gosto, porque ela é muito diferente de mim e do meu ideal de pessoa, por isso, isto vai dar 'pró torto'. Isto, depois, acaba!". Claro que, um dia, vai acabar, não sabemos é se acabará em dois dias, dois meses ou dois anos!  Medos! Medos! Auto sabotagem.

Como este exemplo há muitos, mas podemos resumi-lo desta forma: quer ser genuína/o? Então, lute para sair desse quadrado, no qual permitiu que a/o pusessem.

Não se acomode. Quem sabe o que é melhor para nós, somos nós. Mesmo quando as coisas parecerem estar frágeis e o 'diabo' andar a tentá-la/o com medos, concentre-se no que é importante.

Leão - 4 de Ouros

É natural que todos nos sintamos receosos face às mudanças, particularmente em áreas que julgávamos estar seguras. Como será que nos podemos proteger da dor de uma perda? É termos em mente que nada é nosso. Nada. Tudo nos é emprestado.

Quando alguma mudança vier, porque vem sempre, encare-a de forma natural. Não tente bloqueá-la nem impedi-la de acontecer, porque isso vai ser em vão. Adapte-se. Este é um dos grandes trunfos que todos os seres vivos têm: a capacidade de adaptação às novas circunstâncias.

Esta é uma carta que, também, refere que, durante esta semana, poderá sentir-se preocupada/o com as questões materiais. É importante que, nestas alturas de desafio, a nossa fé seja posta à prova. Não perca a esperança porque, como sabe, tudo é impertinente. A roda gira.

Virgem - Pajem de Copas

"São maus descobridores os que pensam que não existe terra, porque só podem ver o mar." (Francis Bacon)

O mesmo se pode dizer relativamente ao amor. Lá por o não sentirmos de momento, não quer dizer que ele não exista. E isto pode ser aplicado a um relacionamento atual, um relacionamento que esteja a passar por uma fase menos… vá, quentinha.

Todos os tipos de laços afetivos têm crises, é natural, a convivência provoca desgaste. Nos casamentos, temos a famosa crise dos sete anos, depois, a dos dez, a dos 15… bom, agora, também, temos a dos três meses, dos seis meses… comemorar um ano de casamento/ajuntamento é, por si só, motivo de festejo! Mas será que este fenómeno tem só a ver com a emancipação da mulher? Não, pode ter a ver com o fator desistência.

Vivemos num mundo cheio de facilidades, onde trocar de parceiro, de emprego ou de carro é algo relativamente fácil. A facilidade com que dissimulamos e calamos os nossos sentimentos é, no mínimo, perturbadora! A maneira como se acabam alguns relacionamentos é desumana e cobarde. Mas que o amor existe, existe, e existirá sempre! Existe para ser vivido, existe para ser experimentado e partilhado; pobres daqueles que passam a vida a fugir dele! O que será que vão contar aos netos?

Sim, não é fácil amar, requer fazer cedências, alguns sacrifícios, momentos de dor, de tristeza, até, de desespero, mas há, também, a partilha, o companheirismo, o apoio, o respeito. Há algo que nunca se pode perder, seja em que relacionamento for: o respeito. É sempre o princípio do fim.

Se sente amor, se ainda sente amor, lute (desde que não se anule!), lute, lute mais um pouco! Se há algo por que valha a pena lutar, deve ser por este sentimento sublime, nada mais…

Para os solteirinhos, o Pajem pode anunciar uma oportunidade cheia de potencial.

Balança - Pajem de Paus

O nosso amado Tarot sugere que está cansada/o da rotina. Está cansada/o de escolher os mesmos caminhos que levam aos mesmos becos?

O Pajem de Paus indica que está pronta/o para quebrar os grilhões que a/o aprisionaram até aqui e que deve experimentar novos trilhos.

Entusiasmo cria-se pensando! Para que não se atrapalhe, o melhor será traçar um plano inicial, que poderá e deverá ser alterado à medida que for avançando. Assim, pelo menos, não se sentirá a deambular. Não tenha medo de dar alguns passos atrás, se assim for preciso, principalmente se isso quiser dizer que, em seguida, dará alguns em frente, exatamente na direção que deseja seguir.

Se está empenhada/o em dar uma lufada de ar fresco ao seu relacionamento, o Pajem de fogo indica que imaginação não lhe faltará. Assim, terá ideias brilhantes para renovar e animar a chama.

Todavia, esta lâmina, também, poderá indicar que vai encontrar alguma "distração", ou seja, poderá surgir alguém novo ou uma tentação - que pode ser só mesmo uma quimera.

Escorpião - Ás de Ouros

Este poderoso Arcano representa riqueza interior, exterior e de sentimentos.

O que o Tarot sugere, esta semana, é que pegue nos seus sonhos e projetos, ponha-os em marcha, e deixe-se de desculpas! Há quanto tempo anda a adiar essas coisas que acalentam o seu coração? São projetos pessoais, profissionais, de vida, enfim, não interessa, o que interessa é que torne a sua existência mais estimulante, mais rica.

Se não o fizer, ninguém o fará por si. Sabe disso, não sabe? Aplique as suas muitas capacidades e talentos a fundo e não desista. Vá, ponha-se à prova!

O prémio existe, está ao alcance de todos nós, ou, melhor, do nosso empenho. Saiba usá-lo, trabalhá-lo e merecê-lo! Sim, também pode vir uma pitada de sorte que ajuda sempre, e a malta agradece. Venha de lá a dita cuja!

Na mesma linha, esta lâmina, fala de possíveis novidades na vida afetiva. Este Ás pode indicar inícios. Para que isso aconteça, lembre-se de que seria bom perdoar-se e pedir perdão. Assim, com a alma limpinha, as relações tendem a crescer mais equilibradas e bonitas.

Sagitário - Cavaleiro de Espadas

Quantas vezes ouvimos dizer que "a melhor defesa é o ataque"? Demasiadas! E é um erro crasso que é usado pelos fracos de espírito.

Existe gente a mais que se rege por esta máxima. À medida que o tempo vai passando, vão criando mais e mais mecanismos de defesa, que os impedem de receber "pontapés", mas, também, de receber bênçãos.

O nosso ego aprende a usar essas ferramentas mentais para se defender da dor,  do desconhecido ou do inesperado, que poderá nunca acontecer, mas just in case

O que pode estar detrás desta postura? O medo. E o que está por detrás do medo? Um trauma. Qual é a solução? Limpar o trauma.

São muitos os mecanismos de defesa que o ser humano persiste em manter: recordações, remorsos, projeções, atitudes reativas, negação, fuga fantasiosa, culpa, etc... mas quando é que vamos entender que há um limite, há uma altura certa de dizer "basta, não quero mais isto para mim, não quero ser uma ilha, prefiro sofrer deceções do que ficar no marasmo!"

Esta mudança de atitude, muitas vezes, só acontece quando chegamos ao limite, ou seja, quando nos magoamos ou quando magoamos alguém a sério. Mas não tem de ser assim. Ninguém lhe pode garantir que as relações vão correr maravilhosamente, porque isso não existe! Nós falhamos, os outros falham e, assim, falham as relações, também. É natural.

Liberte-se dos chamados ódios de estimação. Não deixe que a sua vida se reja por sentimentos pequeninos que só a/o levarão para caminhos tortuosos. Não tome nenhuma decisão de cabeça quente, pense bem no que tem para dizer ou fazer.

Acha que os seus próximos atos e palavras vão contribuir para o verdadeiro bem-estar de alguém, incluindo o seu? Então, assim, avance.

Capricórnio - Cavaleiro de Copas

"A beleza das coisas existe no espírito de quem as contempla." (David Hume)

Cada pessoa pode ter de si mesma uma imagem positiva, apreciando-se e valorizando-se ou, pelo contrário, pode ter uma noção de si negativa, depreciando-se e denegrindo-se. Entende que até aqui a decisão é nossa. A forma como nos tratamos é uma escolha nossa!

Quando alguém tem uma auto-imagem negativa tende a ver os seus defeitos como mais execráveis e valoriza-os muito mais do que as suas muitas qualidades.

Por que é que não conseguimos pensar em nós como uma extraordinária amálgama que nos torna num ser tão especial e único? Todos temos coisas da persona, do ego para melhorar. Mas o que fazemos? Arrastamo-nos para baixo. Arrasamos connosco! Porquê?! A boa notícia é que podemos sarar este derrotismo.

O Cavaleiro de Copas sugere que, esta semana, poderá sentir-se mais emotiva/o do que o habitual, o que poderá leva-la/o a vivenciar uma montanha russa de emoções. São estas oscilações que nós devemos aprender a controlar. Conseguimos, sim!

Não se deixe levar por cargas emocionais negativas que possam aflorar, sejam referentes ao seu passado ou ao presente, e tente levar as situações de uma forma mais tranquila. Por favor, esteja presente no presente momento. De corpo e alma.

Aquário - Rei de Paus

A paz em nós nasce da compreensão em serviço e é mantida pela tolerância com os erros alheios e, até, pela auto-aceitação das nossas próprias fragilidades, de modo a sabermos corrigi-las, sem tumulto e sem perda de tempo. Daí que ação e reação será o mote desta semana.

O naipe de Paus está muito ligado à criatividade, à energia crucial que leva ao movimento, à mudança. Este dinamismo, pede o nosso lindo Tarot, deve ser contrabalançado com sensatez e um 'tiquinho' de ternura. Quando nos deixamos levar por uma "onda" energética deste tipo, muitas vezes, acabamos por cometer excessos e melindramo-nos uns ou outros, voluntária ou involuntariamente…

O Rei de Paus personifica, lá está, a competência e bondade - mistura quase extinta das nossas empresas. Estas duas caraterísticas, juntas, farão com que tenha, de certeza, bons frutos, não só no seu trabalho como na sua caminhada espiritual.

Quanto aos assuntos do foro cardíaco… esta lâmina pede-lhe mais entusiasmo, mais fogo… em suma, mais paixão! Aventure-se! Descubra! Conquiste! Está viva/o, não está? Mostre!

Peixes - 7 de Paus

O 7 de Paus ajuda-nos a potencializar e harmonizar, em simultâneo (e ao mesmo tempo!), a coragem e a intuição, de forma a combatermos os medos, os velhos medos e os que vão surgindo a cada nova tempestade.

Este Arcano pede, acima de tudo, muita serenidade para controlar os seus impulsos que vêm, precisamente, desses medos. Esses gestos, esses acessos são, por norma, agressivos ou, pelo mesmos, excessivos, verdade?

Este é o pensamento e o lema para esta semana: "Agora, é a altura de sentir medo, porém, vou agir, vou usar a Alquimia da alma para o transformar em algo que valha a pena. É o momento certo para transformar o meu chumbo em Ouro!".

No que toca a questões mundanas, esta carta indica que poderá sentir-se em luta. Como vamos gerir essa energia? Lá está, transformando-a num estímulo interessante!

A competição gera desafio e o desafio gera ação e conhecimento! Ora, portanto, vamos competir… connosco!