urlvisit
SELFIE SEM FILTROS

Blaya: o amor, as desilusões e o sonho de casar

Blaya: o amor, as desilusões e o sonho de casar
Blaya: "Não me arrependo de nada"
Blaya: "Mostrem as vossas curvas! Os vossos parceiros vão adorar"
Blaya revela pormenores sobre o parto em casa
SELFIE SEM FILTROS convida Blaya

Convidada da rubrica SELFIE SEM FILTROS, Blaya falou sobre o amor, as desilusões e o desejo de casar com o novo namorado, João Barradas.

"Eu sou Blaya desde os meus 14 anos, por isso, já está tudo muito junto. Mas, se calhar para aqueles que me conhecem melhor, eu sou uma pessoa muito calma. Gosto muito de estar em casa, sem muito barulho, sentada no sofá, sem televisão, só a olhar para a parede... e a Blaya já é um bocadinho mais dinâmica, com mais energia. A Karla também, só que a Karla não é sempre assim e, aos olhos das outras pessoas, a Blaya é sempre assim", começou por explicar a cantora, que é conhecida pelo nome artístico Blaya.

Questionada sobre o lado mais privado, a cantora revelou: "É uma seca (risos). Não, mas sou muito fria. Não gosto muito de beijinhos, nem de amassos… e a pessoa que está comigo percebe, perfeitamente, isso e aceita as coisas como são e respeita. [No que toca à amizade], acho que é um bocado complicado ser minha amiga. Também não tenho muita paciência para fazer amigos."

Sobre o campo amoroso, Blaya confessou, ainda: "Já sofri por amor e já fiz sofrer.... Se é fácil magoarem-me? Depende da intenção, depende do assunto, mas eu sou o tipo de pessoa que, também, dá muitas oportunidades. É do tipo: 'Ok, mais uma oportunidade, mas, agora, faz bem'. Mesmo no trabalho é assim. Vou dando várias oportunidades."

Já a propósito do fim da relação com o pai da filha, Pedro Russo, a cantora confirmou que continuam amigos, mas fez uma ressalva: "Nós somos amigos, até porque temos que partilhar toda a vida da Lau, e falamos sobre o essencial. Ele sabe do que se passa, eu sei do que se passa, por isso, está tudo bem. Uma coisa que quero deixar claro é que não podemos normalizar nem uma coisa, nem outra. Não podemos normalizar que os casais têm que ficar amigos, nem que têm que ficar inimigos. Todas as pessoas são diferentes e há algumas pessoas que, realmente, se separaram, porque não estava a dar, nem a comunicação estava a dar. Se normalizarmos a ideia de sermos amigos depois de uma relação, há muitas outras pessoas que vão ficar com um sentimento de culpa… Nunca podemos normalizar estes dois lados, as pessoas são todas diferentes, cada um sabe como é que pode resolver esta situação."

Prestes a ser mãe pela segunda vez e a viver uma nova história de amor, Blaya partilhou que ainda não se sente preparada para dividir casa com o novo namorado, João Barradas.

"O problema é o 'espaço casa', o meu espaço físico, aí é que é mais complicado, porque estou habituada a fazer as minhas coisas, sozinha, em silêncio, a sair às horas que quero, sem ter de dizer nada a ninguém… Se eu quiser fazer almoço, faço, se não, não faço. Ele, daqui a uns meses, vai mudar-se para a minha casa... Supostamente, já era para se ter mudado, mas ainda não se mudou, porque ainda não me sinto preparada para isso. Vai haver uma mudança tão grande que não estou preparada, preciso muito do meu espaço. Se calhar, só vai acontecer quando eu parir, ainda não sei, mas deixar entrar nesse espaço é que é mais difícil."

Apesar de tudo, a cantora não podia estar mais apaixonada: "Ao início, é aquele fogo, não é? Aquela paixão, que, por acaso, até hoje, ainda dura. Fazemos ambos música, há muita interação dele na minha vida em relação ao meu trabalho e muita compreensão, que acho que é muito importante numa relação, e diálogo. Acho que isso volta a apaixonar uma pessoa."

Casar também faz parte dos planos de Blaya: "Sim, quero casar, mas é só mesmo por causa da festa. O meu namorado - se eu casar com o meu namorado, espero bem que sim - é evangélico, então, não será pela Igreja, pode ser noutro sítio qualquer, uma coisa na praia, depois, festa, curtir, música e amigos."

Leia a entrevista completa AQUI.