urlvisit

Ana Morina do "Big Brother" reage a comentário de "Pipoca Mais Doce": "Uma personagem"

Redação Selfie
Ana Morina revela tudo sobre a sua estratégia de jogo
Ana Garcia Martins arrasa Morina na cara: «Destratou muito as colegas dentro da casa»
Ana Morina: «Muitas vezes eu me emocionei»
Ana Morina: «Eu fui para jogar»
Ana Morina: «Eu fui fazer o casting da minha vida»

A concorrente expulsa do "Big Brother" Ana Morina reagiu ao comentário de "Pipoca Mais Doce" sobre a prestação na casa, durante o programa "Dois às 10".

A ex-concorrente que marcou o formato, gerando muita polémica dentro e fora da casa, e sendo uma das mais odiadas do público, foi, na passada gala, expulsa pelos portugueses, com 60% dos votos. Ao lado do Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz, Ana Morina confessou ter criado uma personagem para o programa e reagiu aos comentários de Ana Garcia Martins, justificando, assim, os comportamentos e atitudes que adotou no decorrer do programa.

Ainda durante a gala de expulsão, Ana Morina foi confrontada por "Pipoca Mais Doce" com as seguintes palavras: "A Ana tem dois méritos neste programa: o primeiro é ser a maior vilã que já houve num reality show em Portugal. Acho que daqui a 50 anos, as pessoas ainda saberão quem foi Ana Morina. O segundo mérito, mais nobre, talvez, foi o de ter posto Portugal inteiro a falar de sororidade. De facto, Portugal inteiro ouviu o termo sororidade, mas muito pouca gente o entendeu porque a Ana foi das piores embaixadoras que podia ter existido para representar esta causa. A Ana confundiu muitas vezes o conceito, foi muitas vezes injusta para as suas colegas. A Ana destratou, muitas vezes, as mulheres dentro da casa e, se alguém não sabia o que era a sororidade, acho que também não foi através da Ana Morina que aprenderam. Uma amiga sua muito próxima disse, aqui, que 'se a Ana ganhar os 100 mil euros, tudo valeu a pena'. Eu não poderei falar por si, obviamente, mas eu acho que o assassinato de caráter que a Ana fez da sua imagem, dentro deste jogo, não valia 10 milhões"

E foi no programa "Dois às 10" que a ex-concorrente lembrou essas mesmas palavras da comentadora e garantiu que tudo foi uma representação: "Aquilo que aconteceu ali foi uma personagem."

"Eu fui fazer o casting da minha vida. [...] Tinha uma personagem sempre muito vincada. A primeira semana fui eu, no meu melhor enquanto pessoa cuidadora. Mas, na segunda semana, comecei a jogar. A causa foi, de alguma maneira, mal interpretada. [...] Há uma quantidade de pessoas que me passaram a odiar. Este não aplauso foi a minha maior vitória", referiu.

"Não sou assim todos os dias. [...] Foi um alívio", contou, falando sobre a saída.

Já sobre a causa da sororidade que decidiu levar para dentro da casa e que gerou uma onda de críticas cá fora, Ana Morina recordou as nomeações a Ana Barbosa e Aurora, assumindo: "Tenho pena de não terem compreendido a minha nomeação de mulheres."

"Não foi por causa da farinha, foram duas atitudes de que não gostei", explicou, lembrando as justificações a Aurora.

Sobre a expulsão face a permanência de Rafael, Ana Morina reagiu: "A personagem foi expulsa."

"Eu era a vilã, mas nunca insultei ninguém, nunca faltei ao respeito a ninguém, mas tirava-os do sério com os erros deles. Os erros eram deles. Eu só tinha de estar atenta", disse.