EXCLUSIVO

Maria João Costa fala sobre nova minissérie da TVI: "Todas as personagens têm vida dupla"

Maria João Costa fala sobre nova minissérie da TVI: "Todas as personagens têm vida dupla"
Maria João Costa: "Acho que são as histórias que viajam"
Maria João Costa na SELFIE
Joana de Verona e Maria João Costa a caminho de Nova Iorque
Recuperação do cão de Maria João Costa

Numa entrevista, exclusiva, à SELFIE, Maria João Costa sublinha a atualidade da nova história de que é autora, a minissérie "Pecado", com estreia, em breve, na TVI.

Da autoria de Maria João Costa, "Pecado" é uma minissérie que, de acordo com a autora, irá abordar o voto de celibato dos padres: "Acho que é um tema pertinente, até porque não é um dogma da Igreja e, ainda assim, a Igreja insiste em que os padres façam isto e, depois, vemos aquelas histórias todas nos jornais, de escândalos, e eu acho que a história tem esta atualidade."

A argumentista ainda caracteriza "Pecado" como uma trama repleta de segredos: "As personagens parecem-nos uma coisa, à primeira vista, mas, depois, não são nada do que parecem. Todos eles têm uma vida dupla, aliás, uma das características da série é que são seis personagens, com seis segredos, e, portanto, eles tentam todos viver uma normalidade e fingem uma vida que não têm. Todos eles fingem uma normalidade, quando, na verdade, cada um deles está a tentar esconder alguma coisa e os segredos todos acabam por os unir, no mau sentido."

"Há muito tempo que a TVI quer fazer séries, acho que esta é a primeira série que a TVI, agora, faz, cumprindo essa vontade que tem já há muito tempo de fazer um produto que fuja aos moldes convencionais das novelas. Acho que temos, aqui, um bom compromisso entre uma história que é apetecível ao grande público, mas que tem um bom compromisso artístico e narrativo. Não é uma história óbvia, nem a narrativa é óbvia, por outro lado, são seis episódios apenas, portanto é uma história que é fácil de seguir e, desse ponto de vista, pode ser interessante para o público da TVI", acrescenta Maria João Costa.

A autora não poupa nos elogios ao elenco: "A nossa preocupação maior foi encontrar bons atores para os papéis. Alguns deles são caras muito conhecidas da TVI, até das novelas, mas são atores que têm uma dimensão muito maior do que a das novelas. A Dalila [Carmo] e o Diogo Infante são dois excelentíssimos atores em qualquer lugar, o Pedro Lamares também, o Lourenço [Ortigão] está muito conotado com novelas, mas é um ator da nova geração com muito potencial e a [Daniela] Melchior está em Hollywood… nem sequer temos dúvida, é uma atriz com grande potencial. Eu acho que é um elenco bastante equilibrado desse ponto de vista, mas tinha que servir a história."

Veja, agora, o vídeo da entrevista exclusiva de Maria João Costa.