Atriz e encenadora Fernanda Lapa morre aos 77 anos

Fernanda Lapa na SELFIE
«Partiu e deixou a cultura portuguesa mais pobre»
Autores: Convidada Fernanda Lapa

A atriz e encenadora Fernanda Lapa morreu, esta quinta-feira, dia 6, aos 77 anos, em Cascais, onde estava hospitalizada.

A Escola de Mulheres, companhia que Fernanda Lapa dirigiu desde a sua fundação, em 1995, comunicou o falecimento da atriz e encenadora.

"É com profundo pesar e imensa tristeza que a Escola de Mulheres comunica a morte de Fernanda Lapa, diretora artística desta companhia desde a sua fundação, em 1995", pode ler-se no comunicado.

"Desde cedo que Fernanda Lapa soube que o Teatro seria a sua vida. Começou a encenar muito nova, num meio dominado por homens, e tem um vasto currículo nos palcos, na televisão e no cinema", pode, ainda, ler-se no documento, que acrescenta que o percurso artístico da atriz se iniciou no Teatro dos Alunos Universitários de Lisboa, em 1962.

"Foi fundadora da Casa da Comédia, onde se estreou como atriz, sob a direção do Dr. Fernando Amado, na peça de Almada Negreiros 'Deseja-se Mulher', em 1963. É com essa mesma peça que se estreia como encenadora, também na Casa da Comédia, em 1972", destaca o comunicado, que refere Fernanda Lapa como "uma das encenadoras mais conceituadas do país".

Irmã da, também, atriz São José Lapa, Fernanda Lapa teve três filhas. Em 2001, sofreu a perda de uma filha e, no ano seguinte, de uma neta.