urlvisit

Em lágrimas, Luís Borges assume: "Pensei em desistir da vida"

Luís Borges admite ter pensado no suicídio
Luís Borges sobre os filhos: «Assusta-me poder partir antes de eles fazerem 18 anos»
Luís Borges sobre fim da vida de Baeuté: «Eu estive com ele sempre e essas pessoas não»
Luís Borges em lágrimas com mensagem dos filhos: «Os meus filhos são tudo»
As primeiras imagens das férias de Luís Borges com o namorado, na Madeira

Luís Borges foi um dos convidados do programa "Goucha" e assumiu alguns dos maiores receios e sobre a forma como lidou com a morte de Eduardo Beauté.

Luís Borges foi entrevistado por Manuel Luís Goucha e revelou que, quando se tornou público o divórcio de Eduardo Beauté, teve de lidar com algumas notícias que o magoaram.

"O que a imprensa fez comigo não foi justo. Porem-me em cheque por coisas que eu nunca fiz ou disse, sabendo que tinha três filhos, foi a pior coisa que me fizeram, até hoje", assumiu, em lágrimas, o modelo.

"Pensaste no pior? Pensaste em desistir da vida?", questionou Manuel Luís Goucha, com o modelo a confessar: "Pensei... É mau de se dizer, mas sempre tive os meus três filhos na minha mente. Foi sempre nisso que pensei."

Ana Sofia Martins e Sara Sampaio, grandes amigas do modelo, ajudaram Luís Borges a lidar com a "pressão". "Se não fossem elas, não sei se, agora, estaria aqui", confessou o apresentador de "Cabelo Pantene - O Sonho".

Luís Borges, que completou recentemente 33 anos, assegurou, ainda, ao apresentador da TVI que mudou, após a morte de Eduardo Beauté, em setembro de 2019. "A vida pôs-me à prova. De repente, vi-me sozinho com os meus três filhos [Bernardo, Lurdes e Eduardo, fruto da relação com o falecido cabeleireiro]. [...] Não tive tempo para chorar", afirmou, visivelmente emocionado, sublinhando que, ao contrário do que foi dito na altura, esteve sempre ao lado do ex-marido. "As pessoas não precisavam de saber. Mas eu estive sempre lá, ao lado dele", frisou, assegurando que ficou amigo de Eduardo Beauté após o final do casamento, embora lamente que o cabeleireiro não tenha sabido gerir as dores da separação.

Luís Borges contou, também, como revelou aos filhos que o pai tinha morrido. "Foi um dos piores dia da minha vida, porque a Lu [como Lurdes é carinhosamente tratada] era a princesa do Eduardo... e vai ser sempre. Foi muito difícil chegar a casa e ter de dizer que o pai já não ia levá-los à escola, já não ia levá-los a almoçar ao sítio onde gostavam... foi muito duro", contou o modelo, que abdicou da carreira internacional, no auge do reconhecimento, para estar mais presentes na vida dos filhos: "Senti que tinha de abrandar para estar cá, não viajar tanto.".

Luís Borges confidenciou, ainda, a Manuel Luís Goucha ter receios em relação aos filhos. "Eles só me têm a mim... Tenho medo de partir antes de eles terem 18 anos. Sempre que viajo a Lu pergunta-me sempre: 'Mas vais voltar?'. É uma angústia... deixa-me sempre preocupado", contou o stylist, que acabaria por se emocionar, ainda mais, ao ser surpreendido com uma mensagem dos filhos.

"Os meus filhos são tudo", rematou o modelo que, atualmente, namora com Pedro Risueño.

Veja, agora, os vídeos com a entrevista concedida por Luís Borges a Manuel Luís Goucha.

Caso esteja a sofrer de algum problema psicológico, tenha pensamentos autodestrutivos, ou sinta necessidade de desabafar, deverá recorrer a um psiquiatra, psicólogo ou clínico geral, podendo, ainda, contactar uma das seguintes entidades:

- Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (número gratuito) e 210 027 159

- SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 213 544 545

- Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

- Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 030 707

- SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020