urlvisit

Bárbara Guimarães assume: "Nunca fiz grandes escolhas amorosas"

Bárbara Guimarães na SELFIE
Bárbara Guimarães apoiada pelos colegas e amigos

Bárbara Guimarães abriu o coração, numa conversa com Júlia Pinheiro.

Bárbara Guimarães confessou a Júlia Pinheiro, no programa "Júlia", que acredita que o corpo se ressentiu do pesadelo a que esteve sujeita durante o polémico divórcio de Manuel Maria Carrilho: "Acho que não é por acaso que o corpo, sete anos depois, diz: 'Olha, temos aqui um assunto para resolver, porque o corpo já não aguenta."

"Só agora é que vou sentindo esta serenidade, tranquilidade", contou a apresentadora, antes de revelar: "Não foi fácil, tive um verão um bocado complicado, em que tive de ultimar algumas questões sobre o fim de um processo que determinou os últimos dois anos e sinto-me com essa leveza a enfrentar e querer tanto viver e aproveitar... com mais energia, com vontade de fazer coisas, de continuar e seguir em frente."

A apresentadora disse, ainda, sobre o divórcio que tudo o que passou foi "tenebroso", o que a levou a tomar a decisão de se manter em silêncio. "É a minha forma de ter dignidade", disse Bárbara Guimarães.

Mãe de Dinis Maria e Carlota, que tinham oito e três anos aquando do divórcio, Bárbara Guimarães disse, ainda, que evita falar da separação. "Eles cresceram um bocado nesse turbilhão. A Carlota não se apercebeu muito bem, mas o Dinis, sim. O que me custa mais é saber as repercussões que isto terá no meu filho quando ele for crescido", afirmou.

Questionada por Júlia Pinheiro sobre as relações amorosas, Bárbara Guimarães assumiu: "Acho que nunca fiz grandes escolhas amorosas, nunca fui muito assertiva nesse caminho. Mas, sabes, tenho sempre esperança."