urlvisit

Famosos prestam homenagem a Maria José Valério nas redes sociais

Maria José Valério morreu esta quarta feira, dia 3, e vários são os famosos que já homenagearam a cantora, através das redes sociais.

As homenagens a Maria José Valério começam a multiplicar-se nas redes sociais. Dolores Aveiro, Cristina Ferreira, Rita Ferro Rodrigues, João Baião, Tânia Ribas de Oliveira são, apenas, alguns dos muitos nomes conhecidos que prestaram um tributo à memória da voz da "Marcha do Sporting", como pode ler nas mensagens abaixo.

Dolores Aveiro: "Minha querida, descansa em paz. Agora, serás mais uma estrelinha a olhar pelo nosso querido Sporting Clube de Portugal, estejas onde estiveres, nunca vais ser esquecida, a tua marcha estará, sempre, connosco."

Herman José: "Maria José Valério: era mais do que só uma cantora. Era um ser humano de uma bondade quase infantil. Que nos encantava, que nos inspirava, que nos enchia de ternura. Ligava-me, pelo menos, uma vez por mês, a perguntar pela 'querida mãezinha'. Revê-la, nas gravações dos anos 60 e 70, é não ter qualquer dúvida da sua excelência enquanto cantora segura, profissional e muito musical. Saber da sua morte, envolve-nos num tipo de tristeza que se tem quando se perde alguém da família. Se o Sporting ganhar o campeonato este ano, que tenha a hombridade de lhe dedicar a vitória... só lhe ficaria bem."

Mário Jardel: "Que Deus conforte o coração de toda família."

Tânia Ribas de Oliveira: "Que me perdoem todos, mas a Zezinha era a pessoa mais doce, querida e generosa que tive oportunidade de conhecer na minha vida profissional. Perdi a conta das vezes em que me ligou e em que eu lhe liguei. Sempre com o mesmo carinho e o mesmo amor. Fará falta, a Zezinha e as suas paixões, sempre, ao peito. Que o seu, nosso, Sporting honre, da melhor maneira, a marcha, com a sua voz, e que, este ano, se faça a festa, também, em sua homenagem. Vamos ter saudades."

Cristina Ferreira: "Uma senhora extraordinária. Obrigada, pelo carinho de sempre."

Pedro Fernandes: "A Maria [José Valério] partiu e nós nunca a esqueceremos. A sua voz continuará a ecoar no Estádio de Alvalade, em dias de jogo. Morre no ano em que, muito possivelmente, poderia ver o seu Sporting ser Campeão Nacional, após 19 anos da última conquista. Rapaziada, oiçam bem o que vos digo: o Covid mata. Não fosse ele, a Maria ainda estaria connosco. Até sempre."

João Baião: "Querida Zezinha! Um aplauso para a nossa Maria José Valério!"

Maria Henrique: "É sempre muito doloroso perder alguém para a Covid-19... O lema da Casa do Artista, 'é proibido envelhecer',  está a ser devastado por esta doença perigosa, letal e cruel. Dói imaginar alguém, ainda com coisas para dar, ser derrotada por um vírus assustador, ao qual muitos, infelizmente, continuam a não reconhecer a sua perigosidade. Que triste. Um grande abraço aos seus familiares e muita força à Casa do Artista, para que este surto seja debelado, rapidamente. Um abraço caloroso, a todos. É triste. Força, luta e esperança! Convosco, sempre."

Rita Ferro Rodrigues: "A Maria José Valério era um doce, uma pessoa pura e querida. Um exemplo de desportivismo e fair play. Tinha amigos, em todos os clubes, amava, loucamente, o seu Sporting, e sabia que seria eterna no seu clube, no qual será, para sempre, a voz da festa e da alegria nas bancadas. Que descanse em paz."

Sporting Clube de Portugal: "Criou e cantou a marcha que é a de todos nós. Cantam todos os do Sporting, desde os netos até aos avós. A sua voz vai soar, eternamente, nos nossos corações. Até sempre, Maria José Valério."

Recorde-se que a cançonetista morreu, aos 87 anos, no Hospital de Santa Maria, onde se encontrava internada, depois de ter testado positivo para a Covid-19.