urlvisit

Yannick Djaló confessa: "Já não estou com as minhas filhas há um ano"

Yannick Djaló: «Já não estou com as minhas filhas há um ano»
Manuel Luís Goucha: «O que é que valeu para ti esse adeus?»
Yannick Djaló: «Vi a Daisy num videoclip e depois fui à procura dela»
Yannick Djaló e Luciana Abreu disputam guarda das filhas

Yannick Djaló falou sobre as filhas, Lyoncé e Lyanni, fruto do anterior casamento com Luciana Abreu, e lamentou não ver as meninas há um ano.

Yannick Djaló foi um dos convidados do programa "Goucha", da passada terça-feira, dia 19, e falou com Manuel Luís Goucha sobre a relação que mantém com as filhas, Lyoncé e Lyanni, fruto do casamento, entretanto terminado, com Luciana Abreu.

"Já não estou com as minhas filhas há um ano", revelou o futebolista, que, desde a separação, mantém um polémico processo de regulação parental com a ex-mulher.

Lyonce, de dez anos, e Lyanni, de nove, têm reuniões com o pai, via Zoom, conforme contou o futebolista, de 34 anos, a Manuel Luís Goucha: "Temos reuniões, de 15 em 15 dias, com as psicólogas que ajudam a mãe e o pai neste processo, para saber como estão as coisas. [...] Por vezes, não são tão recetivas nas chamadas, o que me deixa bastante magoado. Nesses momentos, fico bastante triste."

Agora, Yannick Djaló tem esperança que a situação esteja prestes a resolver-se. "Eu e a Luciana temos trocado emails e as coisas parecem estar a caminhar para bom porto", afirmou o futebolista que, no entanto, considerou: "Será difícil recuperar o tempo perdido, tendo em conta que é uma idade crucial no desenvolvimento delas. São cerca de quatro anos. Elas começam a ter noção de tudo o que se passa à volta e não têm o pai. As colegas falam do pai, elas não falam do pai e têm, se calhar, uma mágoa que lhes foi incutida do pai, uma ideia, se calhar, errada do pai."

Apesar de, no final, assegurar que deseja "o melhor" para Luciana Abreu, Yannick Djaló não deixou passar em branco os ataques que sofreu por parte da atriz: "Foi maldosa em coisas que disse e na intenção que teve em algumas coisas, mas não me atingiu."

Veja, agora, os vídeos da conversa de Yannick Djaló com Manuel Luís Goucha.