urlvisit

João Loureiro estaria em jato privado apreendido com meia tonelada de cocaína, noticia a TVI24

João Loureiro

Segundo a TVI24, João Loureiro, filho de Valentim Loureiro, estaria num avião privado que foi travado pela Polícia Federal Brasileira, por transportar meia tonelada de cocaína.

João Loureiro, jurista, filho do major Valentim Loureiro, estaria num avião privado que se preparava para viajar da Bahia, no Brasil, para Portugal, e que foi travado pela Polícia Federal Brasileira, por transportar meia tonelada de cocaína, noticia a TVI24.

O caso remonta a 9 de fevereiro, altura em que foi noticiado que a polícia brasileira tinha apreendido meia tonelada de droga num jato privado que tinha como destino Portugal, mas só agora terá sido conhecida a identidade dos dois passageiros e três tripulantes.

De acordo com a TVI24, João Loureiro, o outro passageiro [um espanhol de origem argelina] e os três tripulantes foram presentes à Superintendência da Polícia Federal, em Salvador, para prestar depoimentos, tendo sido libertados por não haver provas da sua ligação à droga que estava dentro do avião.

A droga estaria escondida em vários pontos da aeronave, que tinha como destino o aeródromo de Tires, em Cascais, e terá sido dividida em comprimidos, marcados com logotipos de marcas desportivas famosas, revelou a Polícia Federal.

"As investigações continuarão para identificar os responsáveis pela carga ilícita, que poderão responder pelas acusações de tráfico internacional de drogas e associação com o narcotráfico, cujas penas combinadas podem chegar a 25 anos de prisão”, informou a Polícia Federal, em comunicado.

A apreensão chegou a ser comentada por Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil, no Twitter.