Entrevistas

Rita Ferro Rodrigues reage a entrevista de filho de Pedro Lima: "Sempre foi especial"

João Francisco Lima concedeu uma entrevista a Júlia Pinheiro que não deixou ninguém indiferente. Rita Ferro Rodrigues foi uma das muitas figuras que elogiou o filho mais velho de Pedro Lima.

"Dignidade, inteligência, sensibilidade, coragem. Uma entrevista com um objetivo definido pelo protagonista: falar da fragilidade, do medo, da dor emocional, da depressão, que mata, todos os dias, sem permitir a menor tentativa de intrusão na intimidade muito bem definida por ele. Conheço o João Lima desde que ele começou a andar, sempre foi especial, sempre", começou por escrever Rita Ferro Rodrigues, não poupando elogios ao jovem.

"E é, neste momento, um poderoso embaixador português para a saúde mental. Que orgulho gigante e obrigada João Francisco pelo que estás a fazer por todos nós", concluiu a apresentadora.

Rita Ferro Rodrigues partilhou, ainda, um excerto da entrevista, na qual João Francisco Lima, fruto da relação de Pedro Lima com Patrícia Piloto fala sobre o luto da família: "É um choque, é um trauma muito forte. Se eu estou bem? Não estou, como é óbvio. E sinto-me bem em não estar."

O filho mais velho do falecido ator fez, ainda, questão de sublinhar a importância da entrevista, pela necessidade de se consciencializar para a importância da saúde mental: "Estou triste, tenho um sentimento de falta muito grande, saudades, isso vou ter sempre. Mas continuo com o foco no sítio certo, a tentar fazer o meu caminho. [...] O que posso fazer é aprender com o que aconteceu. [...] Tenho momentos em que me pergunto se deveria estar mais triste. Tenho de estar confortável com a forma como estou a lidar com as coisas."

Recorde-se que foi no passado dia 20 de junho que Pedro Lima foi encontrado, sem vida, na praia do Abano, em Cascais. O ator deixou cinco filhos: João Francisco, Emma, Mia, Max e Clara.

Caso esteja a sofrer de algum problema psicológico, tenha pensamentos autodestrutivos, ou sinta necessidade de desabafar, deverá recorrer a um psiquiatra, psicólogo ou clínico geral, podendo, ainda, contactar uma das seguintes entidades:

- Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (número gratuito) e 210 027 159

- SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 213 544 545

- Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

- Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 030 707

- SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020

Relacionados