Entrevistas

Anna Westerlund reage a entrevista de filho de Pedro Lima: "É um miúdo do caraças"

Assumindo não ter tido força para ver a entrevista, Anna Westerlund elogiou a coragem de João Francisco Lima, que deu a primeira entrevista após a morte do pai, o ator Pedro Lima.

"O João Francisco deu hoje [segunda-feira, dia 4] uma entrevista à Júlia Pinheiro. Para mim, tudo aconteceu ontem e não tenho, para já, força nem para falar nem para ver a sua entrevista", começou por escrever Anna Westerlund, na legenda de uma imagem que partilhou, no Instagram, na qual surge com os cinco filhos do ator Pedro Lima.

"Mas não preciso de ver para saber que ele é um miúdo do caraças, e que vale a pena ouvir, porque é urgente falar de saúde mental!", continuou a ceramista, antes de afirmar: "Pedro, temos uns filhos para lá do maravilhoso. Cada um deles tem sido um exemplo gigante de coragem e amor."

Durante a entrevista, João Francisco Lima, o filho mais velho de  Pedro Lima, fruto da relação com Patrícia Piloto, falou sobre a forma como a família está a viver o luto e assumiu: "É um choque, é um trauma muito forte. Se estou bem? Não estou, como é óbvio. E sinto-me bem em não estar."

O filho mais velho do falecido ator fez questão de sublinhar que o que o motivou a dar a entrevista foi a necessidade de consciencializar as pessoas para a importância de desmistificar a saúde mental. "Estou triste, tenho um sentimento de falta muito grande, saudades, isso vou ter sempre. Mas continuo com o foco no sítio certo, a tentar fazer o meu caminho. [...] O que posso fazer é aprender com o que aconteceu. [...] Tenho momentos em que me pergunto se deveria estar mais triste. Tenho de estar confortável com a forma como estou a lidar com as coisas", assumiu João Francisco Lima, que não esconde que faz psicoterapia, semanalmente: "Faço questão de verbalizar esta ação no sentido de normalizar."

O jovem estudante, de 22 anos, falou, ainda, sobre a forte relação que mantém com Anna Westerlund, companheira do pai, nos últimos vinte anos, e com os irmãos. "Somos cinco. Tenho quatro irmãos. A Emma tem 16, a Mia tem 13, o Max tem dez, e a Clara tem quatro. É uma dinâmica muito gira e eu, sem dúvida que, se puder, um dia, terei a mesma dinâmica com a minha família. Temos personalidades muito diferentes, mas nota-se que há muita coisa em comum. Uma delas é esse espírito competitivo. É giro ver as interações entre eles. Eu, sendo um bocadinho mais velho, não tenho estado tão presente em casa e quando estou noto claramente as evoluções de cada um deles", contou, acerca dos irmãos.

Revelando ter uma relação muito próxima com o pai, que "ia para além da parentalidade", João Francisco Lima diz que Pedro Lima não escondeu as emoções que viveu nos últimos tempos de vida: "Ele partilhava comigo. Ele dizia que se sentia triste, que estava preocupado."

João Francisco Lima falou, ainda, sobre a tatuagem que fez em homenagem ao pai: a última fotografia que Pedro Lima partilhou no Instagram. "É uma imagem que representa muito: ele a correr para o mar. A seguir à família, acho que era a segunda paixão. Era onde encontrava o seu equilíbrio", contou João, que revelou ir, muitas vezes, ver o mar. "É uma forma de trazê-lo sempre comigo. Quando eu correr para o mar, ele corre comigo", rematou o jovem.

Recorde-se que foi no passado dia 20 de junho que Pedro Lima foi encontrado, sem vida, na praia do Abano, em Cascais. O ator deixou cinco filhos: João Francisco, Emma, Mia, Max e Clara.

Caso esteja a sofrer de algum problema psicológico, tenha pensamentos autodestrutivos, ou sinta necessidade de desabafar, deverá recorrer a um psiquiatra, psicólogo ou clínico geral, podendo, ainda, contactar uma das seguintes entidades:

- Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (número gratuito) e 210 027 159

- SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 213 544 545

- Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

- Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 030 707

- SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020

Relacionados