No Instagram

Repórter Luís Maia de luto: "Morreu a mulher que me criou"

Luís Maia encontra-se de luto, após a morte de uma pessoa muito importante na vida do repórter.

  • 18 jan, 10:36
Redação Selfie

"Morreu a mulher que me criou, que me acompanhou na infância, na adolescência, em todos os momentos difíceis, que me transmitiu valores, que me ensinou a importância do respeito, da honestidade e da gratidão. É graças a ela que estou aqui hoje. Devo-lhe a vida", começou por escrever, lamentando a perda.

"É minha madrinha, mas tenho por ela o amor que um filho tem por uma mãe. Nos últimos tempos apenas respirava. Já não se mexia. Não comunicava. Somente esperava que chegasse a hora dela", continuou Luís Maia.

"No entanto, o que vai perdurar, aquilo que guardarei para o resto dos meus dias, são as memórias dos momentos maravilhosos e de tudo o que aprendi com ela. Prefiro acreditar que ouviu as palavras que lhe disse quando me fui despedir, dias antes do último suspiro. Amo-te madrinha. Para sempre", terminou.

Veja a publicação, abaixo.

Relacionados