urlvisit

Lili Caneças faz desabafo emotivo: "Não gosto de falar sobre estes horrores"

A socialite Lili Caneças destacou uma história de vida trágica que teve a oportunidade de conhecer.

Através do Instagram, Lili Caneças partilhou um desabafo emotivo sobre uma história de vida à qual não foi capaz de ficar indiferente. 

Na sexta-feira, dia 3, a socialite, de 76 anos, decidiu prestar uma homenagem a uma mulher que já enfrentou muitos e difíceis obstáculos.

"As pessoas são capazes de coisas horríveis. Fareeda Khalaf é uma rapariga da comunidade Yazidi que foi espancada, violada e vendida nos mercados de escravos em Raqqal. Falei com ela durante meia hora e ela tentou sorrir para a foto", começou por escrever Lili Caneças, na legenda de uma imagem, na qual surge ao lado de Fareeda Khalaf. 

"Não gosto de falar sobre estes horrores, porque muitas pessoas estão em casa, deprimidas com a covid-19, mas, às vezes, temos de o fazer... não perguntem porquê", desabafou a socialite.

Veja, agora, a imagem de Lili Caneças com Fareeda Khalaf, na galeria de fotografias que preparámos para si.