urlvisit

Júlia Pinheiro partilha dica para reduzir a cintura: "A modalidade das posturas difíceis"

Júlia Pinheiro na SELFIE
Júlia Pinheiro surpreendida por Manuel Luís Goucha

A apresentadora Júlia Pinheiro retomou a prática de uma atividade física que lhe traz benefícios para o corpo e para a alma.

Esta terça-feira, dia 13, Júlia Pinheiro contou que está de regresso à prática de ioga, uma atividade em relação à qual, em tempos, a apresentadora, de 58 anos, foi bastante cética.

"Já aqui partilhei o meu ceticismo relativamente ao ioga. Razão: puro desconhecimento. Na teoria e na prática. Atraía-me, por isso, mais a história milenar do que propriamente os benefícios para o corpo, até porque os associava apenas à alma – redução de stress, ansiedade. Conclusão: o ioga é muito bonito e até elegante (para quem domina as asanas [diferentes posturas de ioga]), mas não é para mim, pensava. Engano. E, rapidamente, percebi que estava enganada, quando, após poucas semanas de prática, observei a minha cintura e constatei que a modalidade das posturas difíceis tinha dado frutos", começou por explicar Júlia Pinheiro, na legenda de uma imagem, na qual surge a praticar ioga.

"Por isso, cá estou eu de volta à atividade que suspendi no confinamento. O meu personal trainer [...] tem o seu estúdio equipado e adaptado às atuais regras de segurança, no contexto de pandemia, mas, por enquanto, vou ficar por casa a treinar. Não podemos parar, sobretudo, quando se trata de saúde", rematou a comunicadora.

Veja, agora, algumas das melhores imagens de Júlia Pinheiro, na galeria de fotografias que preparámos para si.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Hoje, no #bloguejulia Já aqui partilhei o meu ceticismo relativamente ao yoga. Razão: puro desconhecimento. Na teoria e na prática. Atraía-me, por isso, mais a história milenar do que propriamente os benefícios para o corpo, até porque associava-os apenas à alma – redução de stress, ansiedade. Conclusão: o yoga é muito bonito e até elegante (para quem domina as asanas), mas não é para mim, pensava. Engano. E rapidamente percebi que estava enganada quando, após poucas semanas de prática, observei a minha cintura e constatei que a modalidade das posturas difíceis tinha dado frutos. Por isso, cá estou eu de volta à atividade que suspendi no confinamento. O meu personal trainer, o Pedro Mendes, tem o seu estúdio equipado e adaptado às atuais regras de segurança, no contexto de pandemia, mas por enquanto vou ficar por casa a treinar. Não podemos parar, sobretudo quando se trata de saúde. E aí por casa, também se treina? Contem-me tudo. Caminhadas, bicicleta, saltar à corda, vale tudo...😄😘 No blogue: https://julia.pt/2020/10/13/retomei-o-yoga_boas_energias/ (foto Casa Feliz).

Uma publicação partilhada por Júlia Pinheiro Oficial (@oficialjuliapinheiro) a