urlvisit

Fernanda Serrano: "Fui um caso real de discriminação"

Fernanda Serrano na SELFIE
"Para descontrair e rir da queda em cena da Fernanda Serrano!": veja as imagens partilhadas pela atriz
Rita Pereira mostra "a sestinha da velhinha" de Fernanda Serrano
Fernanda Serrano mostra momento romântico com o namorado
Fernanda Serrano e o namorado de férias nas Maldivas

A atriz Fernanda Serrano fez um desabafo, após a aprovação do diploma do chamado "direito ao esquecimento".

Depois de a Assembleia da República ter aprovado o diploma do chamado "direito ao esquecimento", Fernanda Serrano destacou o feito no Instagram.

A atriz, de 47 anos, salientou que esta medida é "muito importante" e denunciou: "Fui um caso real de discriminação por ter histórico clínico grave… Agora, temos esta hipótese. Seriedade e honestidade, por vezes, não compensa, parece fazerem crer!".

"Incrivelmente infeliz a sensação de não podermos ser considerados 'eleitos' para podermos ter um seguro de saúde!", lamentou Fernanda Serrano, que lutou contra um cancro da mama, em 2008.

De referir que o diploma prevê que os doentes curados de cancro, VIH e diabetes deixam de poder ser discriminados ao contrair créditos bancários ou fazer seguros.