urlvisit

De luto, Tânia Ribas de Oliveira reage à morte de João Cutileiro: "Um dos maiores"

Tânia Ribas de Oliveira na SELFIE
Em casa, Tânia Ribas de Oliveira revela decoração de Natal
Tânia Ribas de Oliveira brinca com Inês Carranca: "Quem é a melhor?"
Em dia especial, Tânia Ribas de Oliveira passeia com os filhos no Jardim Zoológico
Tânia Ribas de Oliveira mostra férias em família: "Perfeito!"

Tânia Ribas de Oliveira recorreu às redes sociais para homenagear o escultor João Cutileiro, lamentando mais uma perda para a cultura portuguesa.

"5 de Janeiro. Morreu João Cutileiro, um dos maiores - senão, mesmo, o maior - escultor e artesão de mármore português. Um ano com apenas cinco dias e já vimos partir dois símbolos ímpares da cultura portuguesa", lamentou Tânia Ribas de Oliveira, recordando, assim, o escultor de renome, bem como o fadista Carlos do Carmo, que morreu na passada sexta-feira, dia 1.

"João Cutileiro tinha 83 anos, deixa uma obra absolutamente incomparável", acrescentou a apresentadora.

O escultor João Cutileiro morreu, esta terça feira, dia 5, aos 83 anos. De acordo com as declarações da Diretora Regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, à Lusa, João Cutileiro estava internado num hospital, em Lisboa, com graves problemas respiratórios.

João Cutileiro ficou conhecido por ser autor de inúmeras obras, tais como o Monumento ao 25 de Abril, instalado no Parque Eduardo VII.