No Instagram

Carolina Deslandes responde à letra, após ser criticada: "Não há limite, nem paciência"

Depois de ter feito um vídeo no qual falava sobre a situação que se vive no Afeganistão, Carolina Deslandes foi criticada e, agora, respondeu à letra.

Carolina Deslandes foi acusada, assim como Nuno Markl, de querer protagonismo à custa do drama que se vive atualmente no Afeganistão.

"A Carolina Deslandes e o Nuno Markl não passam do Diogo Faro da música e da comunicação. Mas, ainda assim, no meio de tanto paternalismo e necessidade de atenção ou de ganhar alcance com a desgraça alheia, não deixam de ter direito a falar do que quiserem", escreveu uma internauta.

Nuno Markl usou as redes sociais para rebater a crítica. "Esta malta não percebe que eu teria muito mais alcance se não falasse de certos assuntos e fosse só um doce palhaço. Se elas soubessem os seguidores que perco quando me meto a falar de certas coisas… E a verdade é que, com 50 anos de vida e 30 de trabalho, esta é a altura mais do que ideal para reduzir o meu alcance - chegar só às pessoas certas, ir largando pelo caminho as que não interessam", argumentou o radialista.

Na caixa de comentários, Carolina Deslandes resolveu responder à letra a quem a criticou: "Eu já só mando para o c***. Perdoem o português. Quem vê o mal em quem faz o bem com o que pode, é porque traz o mal consigo. Não somos nem podemos ser responsáveis por isso."

No final, a cantora frisou: "Se só partilhássemos conteúdo pago é porque só queremos ganhar dinheiro, se só partilhássemos o dia a dia éramos desocupados, se partilhamos opinião é porque somos carentes de atenção. Não há limite, nem paciência. Ainda assim, prefiro acreditar que há mais pessoas que leem os posts e querem ajudar do que as que escrevem coisas dessas."

Recorde, agora, o vídeo que deu origem à crítica a Carolina Deslandes.

Relacionados