urlvisit

Carolina Deslandes toma decisão, após pensar fazer pausa na música

Redação
Carolina Deslandes na SELFIE
Carolina Deslandes surpreende com mudança radical de visual: veja as imagens!
Carolina Deslandes emociona fãs com nova música
Carolina Deslandes: "Este vídeo é a coisa mais bonita que vão ver"
Após mudar de visual, Carolina Deslandes é confortada pelo filho

Num desabafo publicado nas redes sociais, Carolina Deslandes confessou que desejou fazer uma pausa na música.

Sempre transparente, a cantora desabafou com os fãs no Instagram.

"Há um mês liguei ao meu manager e disse-lhe que queria parar de trabalhar até ao fim do ano - 'Não estou em condições de estar em público, não quero que as pessoas me vejam triste. Preciso de estar sozinha.' Ele, que me conhece tão bem, disse-me que respeitaria a minha vontade, mas que achava que, se eu ficasse sem música e sem cantar, ia ficar dez vezes pior. Porque eu não faço isto para trabalhar, faço para sobreviver. E não é financeiramente, é emocionalmente. Ele tem razão. (como, aliás, acontece muitas vezes). Se eu estivesse no buraco, mas estivesse sem música e sem as pessoas, não sei se seria capaz de avistar luz", começou por revelar.

Depois de um concerto no passado fim de semana, Carolina Deslandes percebeu que, definitivamente, não podia parar.

"Depois do concerto, pensei: 'Tenho mesmo muita sorte. As pessoas acolhem-me com muito amor'. E é isso mesmo - acolhem-me. Ontem, cada um de vocês tinha um bocadinho do meu coração partido na mão. E mostraram-me que o artista, também, pode pedir colo. Que, afinal, somos todos pessoas. A vida tem este jeito de ser dura, às vezes, por isso é que Deus nos fez em grupo. Para que o fardo não seja só nosso. E por isso é que fez as canções - para desenharmos a esperança na dor, e cantarmos a chamar o futuro", explicou.

"Nunca digam a uma pessoa desolada: 'Já viste a sorte que tens? Tens isto, tens aquilo...' A pessoa sabe. Isso só lhe traz mais culpa. Digam-lhe que, apesar de tudo o que tem, é ok não estar bem. E que pode pedir ajuda. E que não há dor que dure a vida inteira. Somos todos só pessoas. A tentar e a falhar muito."