urlvisit

Carolina Deslandes deixa recado a "pessoas sem noção": "É mais fácil fazer uma piada do que trabalhar"

Carolina Deslandes na SELFIE
Carolina Deslandes emociona fãs com nova música
Carolina Deslandes: "Este vídeo é a coisa mais bonita que vão ver"
Filhos de Carolina Deslandes na SELFIE
Qual dos filhos é mais parecido com Carolina Deslandes?

A cantora Carolina Deslandes recorreu ao Instagram, para deixar uma mensagem, perante "episódios de discórdia e de separação".

Carolina Deslandes está a viver uma fase feliz, a nível profissional: a cantora, de 30 anos, foi convidada para atuar na "Colors", uma plataforma de música online que conta com participação de artistas dos quatro cantos do planeta.

Para esse momento único, Carolina Deslandes escolheu interpretar a música "Eco", que aborda a importância da empatia.

Recorrendo ao Instagram, a artista aproveitou para fazer uma reflexão sobre esta participação, aproveitando para responder a algumas críticas. "Partilhei e continuarei a partilhar todos os artistas portugueses que foram ao 'Colors' e que vão, pelo mundo fora, espalhar a nossa cultura. Quer sejam estilos que consuma ou não. Porque fico genuinamente feliz e orgulhosa e porque aqui ninguém está contra ninguém", começou por afirmar Carolina Deslandes.

"Podia ter lá ido com uma canção de amor, de festa, do que fosse. Decidi levar esta. Porque quem não está preocupado, principalmente numa altura destas, é só uma pessoa sem noção. A posição de privilégio, muitas vezes, torna-nos arrogantes, mesquinhos e é mais fácil fazer uma piada do que trabalhar e criar conteúdo para alertar quem nos ouve", acrescentou a cantora.

Carolina Deslandes deixou, ainda, um conselho a alguns internautas: "Mais uma vez, numa altura de orgulho coletivo e de união, vivem-se episódios de discórdia e separação. O que só me leva a crer que canções como esta são, cada vez mais, necessárias. Fiquem felizes pelos outros, e neste caso, por nós. Isto é maior do que estilos musicais."

"Obrigada pelo amor e pelo feedback, obrigada por estarem aqui. Quem não quer cá estar tem bom remédio: não esteja", completou.