urlvisit

A viver "dias cinzentos", Tânia Ribas de Oliveira desabafa: "A falta que fazem os nossos amigos"

Tânia Ribas de Oliveira na SELFIE
Tânia Ribas de Oliveira brinca com Inês Carranca: "Quem é a melhor?"
Em dia especial, Tânia Ribas de Oliveira passeia com os filhos no Jardim Zoológico
Filhos de Tânia Ribas de Oliveira na SELFIE
Tânia Ribas de Oliveira mostra férias em família: "Perfeito!"

A apresentadora Tânia Ribas de Oliveira partilhou um testemunho emotivo.

Através do Instagram, Tânia Ribas de Oliveira deixou uma descrição do dia a dia, em tempos de pandemia.

"Chego à RTP, todos os dias, depois de me desdobrar com o João [Cardoso, marido da apresentadora] em aulas online do Tomás e do Pedro [filhos de Tânia Ribas de Oliveira], trabalhos autónomos escolares, preparação do almoço. À tarde, fica o João a acompanhar o resto do horário escolar. Isto para dizer que chego à RTP já com uma manhã bem completa de afazeres (como todos os pais deste país). Chego, por vezes, já cansada, mas com um programa ainda pela frente e lá vou gerindo as emoções e as responsabilidades da melhor maneira, com uns dias mais fáceis do que outros. Não chego com esta cara, não... mas, antes de entrar no ar, olho-me ao espelho e penso que estou pronta para tudo o que vier. E olhem que prefiro ver-me ao natural, ao fim de semana, serena e em família. Mas é inegável que, quando nos olhamos ao espelho, e gostamos do que vemos, tudo corre melhor. Na minha profissão, isso também passa pela maquilhagem, na minha vida passa pela paz de espírito e pela concha de amor que é a minha família e que é o meu maior tesouro", começou por descrever a apresentadora, de 44 anos, na legenda de uma fotografia, na qual surge sorridente e maquilhada.

"Estes dias cinzentos são um desafio constante. Porque somos nós a tentar gerir tudo, são os nossos filhos que são uns valentes e que têm tantas saudades da escola e dos amigos, são os nossos pais que não abraçamos e os avós que tanta preocupação nos dão. É a falta que nos fazem os nossos amigos. São as pessoas que não conhecemos e que vivem muito pior do que nós e que precisam da nossa ajuda. São dias cinzentos que não vão durar para sempre. E, no meio dos dias cinzentos, encontrar o arco-íris é fabuloso. E é possível, nos mais pequenos detalhes de amor. Estejamos atentos aos nossos corações: é lá que os milagres acontecem! Respirem fundo", completou Tânia Ribas de Oliveira.

Veja, agora, a imagem partilhada por Tânia Ribas de Oliveira, na galeria de fotografias que preparámos para si.