urlvisit

José Mata recorda Maria João Abreu: "Recuso-me a despedir-me de ti"

Redação

Foi através das redes sociais que José Mata prestou homenagem a Maria João Abreu, que morreu, aos 57 anos.

Numa publicação nas redes sociais, José Mata fez questão de homenagear Maria João Abreu.

"Atriz. Mãe. Avó. Amiga. Mulher.
Curandeira do mundo.
Maria João, cuidadora de todos.
Monstro de Palco. Rainha do Plateau.
Cantora do amor e de todas as cantigas bonitas deste mundo.
Riso inconfundível. Choro fácil.
Emoção na pele e coração na boca.
Poetisa das emoções. Dona do melhor abraço do mundo.
Sem vergonha de amar com intensidade. Personificação do amor", publicou José Mata.

"E tanto que me deste. Tanto que aprendi. Tanto. No Teatro e na Televisão. Na vida. Que privilégio, João. Que privilégio ser amigo da maior do mundo. Agarro-te pela mão com a mesma força com que sempre me abraçaste.
E recuso-me a despedir-me de ti. Porque sei que continuarás sempre entre nós", concluiu.

Maria João Abreu morreu, aos 57 anos, na sequência da rutura de dois aneurismas que deixaram a atriz em coma no Hospital Garcia de Orta, em Almada, onde foi sujeita a duas operações ao cérebro.