urlvisit

"Por ter um marido em casa que está impedido de trabalhar", Rita Pereira apoia "Movimento Sobreviver a Pão e Água"

Greve de fome: Chicão visita empresários e Ljubomir aconselha-o a ir embora
Rita Pereira encantada com momento ternurento: "É uma daquelas cenas que só vemos no Instagram"
Rita Pereira revela gesto inesperado do filho bebé e brinca: "Ignoro?"
Rita Pereira na SELFIE
Rita Pereira aproveita miniférias, nos Açores

Rita Pereira recorreu às redes sociais para se manifestar solidária com o "Movimento Sobreviver a Pão e Água", mostrando-se indignada com a conjuntura que se vive.

No passado dia 16 de novembro, o "Movimento Sobreviver a Pão e Água", constituído por empresários da restauração, nomeadamente o famoso Chef Ljubomir Stanisic, endereçou um pedido de audiência urgente ao Primeiro-Ministro, António Costa, e ao Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira. Por não ter obtido respostas, cerca de uma dezena de membros do Movimento mencionado entrou em greve de fome, no passado domingo, dia 27, e, com apenas pão e água, dormem em tendas, à frente da Assembleia da República, até serem ouvidos.

Ao sair uma petição em nome da iniciativa, Rita Pereira fez questão de a assinar e justificou: "Assino esta petição, não só por ser artista, mas, também, por ter um 'marido' em casa, produtor de eventos, que está, há nove meses, impedido de trabalhar."

"Não entendo por que posso viajar num avião cheio de gente, fechada durante oito horas (por exemplo), mas não posso ir a um bar, onde estarei, sentada, na minha mesa, a ouvir música e a beber um copo entre as 23:00 e as 2:00 horas. Não entendo", acrescentou a atriz.

Aproveite para assistir, em vídeo, à visita do líder do CDS ao local do manifesto.