urlvisit

Em lágrimas, Quintino Aires recorda última frase que disse ao pai, antes de este morrer

Quintino Aires recorda os pais e avós: «Largaram tudo por amor»
Irmã e mãe surpreendem Quintino Aires

Quintino Aires foi um dos convidados de Manuel Luís Goucha, no programa "Goucha", e fez algumas revelações ao apresentador.

Depois de recordar as origens, Quintino Aires falou sobre a morte do pai e a relação que construiu com a mãe depois de a progenitora ter sofrido um grave AVC.

Quintino Aires recuou 24 anos para recordar os "três dias" que a família passou com o pai, num quarto, antes de este morrer. Na altura, o psicólogo tinha "30 e poucos anos" e o pai 62.

"Na altura, dava muitas aulas no Brasil e, quando cheguei lá, liguei o telemóvel e tinha uma mensagem das minhas irmãs a dizer: 'A médica telefonou agora, a dizer que, se quisermos despedir-nos do pai, temos de ir já lá'", contou o comentador do "Big Brother - Duplo Impacto", revelando que conseguiu "organizar as coisas" e regressar a Portugal, no mesmo avião em que tinha viajado para o outro lado do oceano Atlântico: "Ninguém sabia, porque toda a gente pensava que eu estava no Brasil, com o telemóvel desligado."

"Permitiram-nos, no Crato, ficarmos, nós, os três filhos e a mãe, ao lado dele. Isso foi muito importante. Foi aí que me despedi do meu pai", recordou o psicólogo.

"Ficou tudo dito?", questionou, então, Manuel Luís Goucha, com Quintino Aires a responder, prontamente: "Ficou."

"O meu pai era católico praticante e, portanto, chamámos um padre. Quando o senhor padre saiu, nós os cinco, juntos, pudemos conversar. Depois, cada um entrou de cada vez e eu, também, tive a minha vez de entrar e de lhe dizer o que quis dizer", explicou o psicólogo, de lágrimas nos olhos, antes de revelar as últimas palavras que dirigiu ao pai: "A última frase, que não sei se ele ouviu, foi: 'Obrigado. Foi o melhor pai do mundo'. E foi o melhor pai do mundo."

"Espero não dizer isso a mais alguém tão próximo no tempo...", continuou o comentador do "Big Brother - Duplo Impacto", referindo-se ao debilitado estado de saúde da mãe, na sequência de um AVC que a fez ficar em coma e perder a fala.

"Tenho a sorte de ter uma mãe com uma capacidade intelectual brilhante, com uma capacidade de se expressar brilhante. Nós falamos ao telefone várias vezes ao dia", disse Quintino Aires, explicando como comunica com a mãe: "Com sons, com comunicações..."

Veja, agora, os vídeos com a conversa de Quintino Aires e Manuel Luís Goucha.