urlvisit

Rita Lello sobre Maria Vieira: "É vítima de sequestro de identidade por parte do marido"

O ator e encenador Vasco Paulo partilhou uma notícia antiga, com revelações surpreendentes sobre Maria Vieira, que não deixou Rita Lello indiferente.

Segundo a publicação partilhada por Vasco Paulo, Maria Vieira - atual membro do partido Chega - terá apoiado a coligação APU, ativa entre 1978 e 1987, formada pelo Partido Comunista Português (PCP) e por uma das organizações políticas mais importante na oposição ao Estado Novo (MDP/CDE). Rita Lello foi uma dos muitos internautas que não ficaram indiferentes a esta revelação.

"Ontem, descobri esta preciosidade. A coisa anã do chega. Já votou na APU (Aliança Povo Unido), que viria a dar lugar à CDU. Mudam se os tempos...mudam se as vontades", escreveu Vasco Paulo na legenda da publicação que despertou a atenção de vários seguidores.

Rita Lello, prontamente, reagiu: "Coitada. Todos sabemos que ela é vítima de sequestro de identidade - não sei se o termo jurídico existe, mas parece-me que reflete o que se passa - por parte do marido e não fazemos nada. É um caso muito complexo este." 

"A Maria Vieira é uma vítima publicamente reconhecida. Embora haja casos em que as vítimas de tão abusadas não se imaginam a sobreviver sem o agressor, ela não deixa de ser vítima. Lembro-me dela nesta altura, eu era miúda, ela morava perto da nossa casa, em São João do Estoril. Não era má pessoa", concluiu a atriz.